Quanto posso receber na restituição do IRPF 2020?

Sexta-feira de pagamentos pela Receita Federal. A partir de hoje (29), os contribuintes que têm direito a restituição do IRPF 2020 (Imposto de Renda Pessoa Física) começarão a receber seus valores. A quantia varia de acordo com a situação de cada cidadão e leva em consideração os gastos contabilizados pelo mesmo ao longo do ano de 2019. Quanto maior tiver sido seu investimento tributário, mas alto será o valor da devolução. De acordo com o órgão, o cronograma se estenderá até o mês de setembro. Confira os detalhes no texto abaixo.  

Quanto posso receber na restituição do IRPF 2020? (Imagem: Reprodução - Google)
Quanto posso receber na restituição do IRPF 2020? (Imagem: Reprodução – Google)

A restituição do imposto de renda nada mais é do que uma devolução financeira para os brasileiros que tiveram gastos tributários acima do valor informado na declaração. No entanto, é preciso ficar atento, pois nem todas as despesas são relevantes.

De modo geral, a receita considera que investimentos relacionados a área de saúde, educação e moradia podem devolver um bônus para o contribuinte. Além disso, ter dependentes como filhos ou funcionários também contribuiu para que o contribuinte possa ter um retorno dos impostos pagos no ano anterior.  

Desse modo, pode-se concluir que não há uma quantia exata da restituição do IRPF 2020 e que o cálculo é feito separadamente de acordo com as declarações enviadas.  

Calendário de pagamento da restituição IRPF 2020 

Normalmente, a Receita Federal administra as liberações a partir do segundo semestre. No entanto, o órgão e o governo federal decidiram antecipar o pagamento. Esse ano, a restituição será feita em cinco lotes que deverá ser finalizado até o dia 30 de setembro. 

É importante lembrar que primeiramente são priorizadas pessoas acima de 60 anos, aposentados e pensionistas do INSS. Depois, a ordem é definida de acordo com o prazo de envio das declarações. Quanto mais cedo prestar conta para a Receita, mas rápido terá sua devolutiva. Confira o calendário:  

  • 1º lote: 29 de maio de 2020  
  • 2º lote: 30 de junho de 2020  
  • 3º lote: 31 de julho de 2020  
  • 4º lote: 31 de agosto de 2020  
  • 5º lote: 30 de setembro de 2020 

O que fazer se perder o prazo do saque? 

Para aqueles que deixarem para sacar a restituição após o prazo final, será preciso solicitar um novo pagamento. O procedimento é feito por meio da página de Consulta à Restituição e Situação da Declaração IRPF. 

Os contribuintes têm como tempo limite de retirada até 5 anos após a data de envio do valor para a conta titular.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.