publicidade

A empresa Stok Center anunciou a abertura de 400 vagas de emprego em duas unidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. As oportunidades são para as cidades de Canoas e Gravataí, nas funções de supervisor de loja, líder de setor e operador de caixa.

Empresa oferece 400 vagas de emprego no Rio Grande do Sul; inscreva-se!
Empresa oferece 400 vagas de emprego no Rio Grande do Sul; inscreva-se! (Imagem: Divulgação Stok Center)
publicidade

O atacarejo da rede de supermercados Comercial Zaffari está contratando 200 pessoas em cada município.

Os interessados podem se inscrever pelo site oficial ou enviar currículo para o e-mail recrutamento@zaffarinet.com.br. A seleção para Canoas é até 31 de maio; em Gravataí, o processo seletivo segue até 31 de agosto.

A empresa tem sede em Passo Fundo, na região norte, e está expandindo a abertura de lojas pelo estado. Em Capão da Canoa, no litoral norte, outras 200 vagas serão abertas em junho.

Em maio, 190 pessoas foram contratadas na unidade inaugurada em Pelotas, na região sul. A previsão é de que 800 novas vagas de emprego sejam criadas, somente este ano.

No Rio Grande do Sul, também há unidades em:

  • Caxias do Sul
  • Cruz Alta
  • Santa Maria
  • Santa Rosa
  • Santo Ângelo
  • Vacaria.

Em Santa Catarina, há uma loja em Lajes. O Stok Center representa um conceito de supermercado inspirado em sistemas de compras self-service, com menos colaboradores e instalações mais simples e fáceis.

Medidas de segurança contra o coronavírus

A Comercial Zaffari, empresa responsável pela rede de atacarejo Stok Center, implementou diversas medidas de segurança desde o início da pandemia no Brasil.

Pensando na segurança dos funcionários e clientes na hora de suas compras, marcações foram feitas no chão para delimitar distância mínima entre os consumidores nas filas, máscaras foram disponibilizadas aos colaboradores e suportes de acrílico foram instalados nos caixas, para evitar contato físico.

Os funcionários que atuam nas operações das lojas também receberam máscaras especiais com uma viseira em acrílico e máscaras cirúrgicas descartáveis. Além disso, todas as equipes estão sendo orientadas a lavar as mãos com água e fazer o uso de álcool em gel entre cada atendimento ou atividade.

A empresa redobrou a limpeza de lojas, carrinhos, cestas, máquinas de cartões e outras superfícies. O fluxo de clientes está sendo limitado a 50% da capacidade total e as unidades estão atendendo com horários especiais e com exclusivos para pessoas acima de 60 anos.

COMENTÁRIOS

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente, trabalha como assessora de comunicação e redatora do portal FDR, na editoria de educação e carreiras.