publicidade

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) confirmou que vai divulgar nesta sexta-feira (29), a lista com os ex-servidores que vão atuar na análise de benefícios com o intuito de reduzir a fila de pedidos do instituto. Inicialmente, a lista seria divulgada ontem (26), porém foi adiada por causa de recursos apresentados por candidatos.

INSS vai publicar na sexta-feira (29) selecionados para atuar na força tarefa
INSS vai publicar na sexta-feira (29) selecionados para atuar na força tarefa (Foto: Google)
publicidade

Os ex-servidores podem conferir se foram ou não aprovados através do site do INSS e também no diário oficial da União. As atividades até o momento permanecem previstas para começar em 8 de junho.

Os trabalhadores que retornam ao INSS serão responsáveis somente pela análise de requerimentos. A esperança é que até outubro, a fila de pedidos de benefícios que aguardam a mais de 45 dias para liberação acabe.

O plano para a redução das filas do INSS incluí também a contratação de militares da reserva e aposentados das demais carreiras federais, que vão trabalhar no atendimento aos segurados e realizar apoio administrativo, além de análise da legislação e avaliações atuariais, entre outras demandas.

Porém a maioria destas funções, depende da reabertura das agências, que permanecem fechadas, pelo menos até 19 de junho. Esses profissionais vão assinar contrato em uma data a ser comunicada pelo INSS.

Agências fechadas

Devido o avanço da pandemia do coronavírus, o INSS decidiu prorrogar o período de fechamento de suas agências até dia 19 de junho. Fechadas desde o fim de março, as agências tinham previsto de reabertura para 22 de maio, o que acabou não acontecendo e novas prorrogações foram acontecendo.

Esta possível nova data de reabertura foi publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU), através da Portaria Conjunta 17. A decisão é mais uma vez com a finalidade de proteger os funcionários e segurados em meio a pandemia, evitando aglomerações de pessoas.

Quem precisar dos serviços do instituto pode acessar o site ou aplicativo Meu INSS. Os casos em que é necessária a realização de perícia médica, o atendimento foi substituído temporariamente pelo envio de atestado no aplicativo ou site. O INSS vai antecipar parte do valor do benefício devido ao segurado.

Meu INSS

O aplicativo e site Meu INSS é a principal ferramenta de ligação entre o instituto e o segurado, e nele se encontram cerca de 90 serviços.

Para realizar o cadastro no Meu INSS, você vai precisar informar seu CPF, nome completo, data e local de nascimento e nome da mãe. Após isso será gerado um código de acesso provisório. Nesse momento você deve fazer login, com a senha provisória.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.

VEJA TAMBÉM