Auxílio emergencial recebe R$28 bilhões para novos pagamentos

Governo federal libera novos recursos para a administração do auxílio emergencial. Nessa terça-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro aprovou o envio de R$ 28,7 bilhões para que a Caixa Econômica Federal continue efetuando os pagamentos do coronavoucher. De acordo com a instituição bancária, somente nessa semana já foram depositados mais de R$ 65,5 bilhões para mais de 59 milhões de pessoas.  

Auxílio emergencial recebe R$28 bilhões para novos pagamentos (Imagem: Reprodução - Google)
Auxílio emergencial recebe R$28 bilhões para novos pagamentos (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder validar o recurso, o governo vem utilizando os fundos destinados a situação de calamidade pública, decretada nacionalmente por causa da pandemia do novo coronavírus.

Até o momento, o pagamento do auxílio já reduziu cerca de R$ 152,6 bilhões nos cofres da União e deverá ter essa quantia duplicada tendo em vista que o cronograma ainda está na metade.  

Recursos para a saúde 

Além de aprovar recursos para que o Ministério da Cidadania continue gerenciando os cadastros do coronavoucher, Bolsonaro destinou também uma quantia de R$ 338 milhões para o Ministério da Saúde, que deverão ser utilizados por meio do Fundo Nacional de Saúde.

De acordo com o gestor, o valor será destinado a manutenção dos hospitais públicos, levando em consideração compra de equipamentos, medicamentos e mais.  

Prorrogação do auxílio emergencial 

Bolsonaro informou também que foi aprovada uma quarta parcela do auxílio emergencial. Até o momento, não se sabe as datas da liberação e regras de funcionamento da mesma. No entanto, o presidente já garantiu que a quantia será menor do que os R$ 600 pago atualmente.

Além disso, afirmou que está avaliando a possibilidade de conceder uma quinta e última rodada, com um valor menor do que a anterior.  

O ministério da economia ainda não informou nada a respeito, mas de acordo com a agenda pública deverá divulgar assim que for encerrado o calendário atual.

Nesse momento, o país conta com pagamentos da segunda parcela para os beneficiários do Bolsa Família e cadastrados até 30 de abril, e também da primeira parcela para os novos segurados.  

O valor do coronavoucher varia entre R$ 600 a R$ 1.200, sendo a quantia máxima ofertada apenas para as mulheres chefes de família. Para poder ter acesso ao benefício, basta atender as regras básicas de renda e se inscrever pelo app Auxílio Emergencial.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.