publicidade

A Santa Casa de Misericórdia de Sabará abriu um concurso para preenchimento de vagas de emprego nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Concurso Santa Casa de Misericórdia 2020: confira edital e detalhes sobre inscrições (Imagem FDR)
Concurso Santa Casa de Misericórdia 2020: confira edital e detalhes sobre inscrições (Imagem FDR)
publicidade

O concurso é destinado para técnicos de laboratório, médicos e técnicos de enfermagem, que desejam atuar nas regiões. 

De acordo com informações encontradas no edital, os currículos serão utilizados também para compor um quadro reserva na área de saúde.

Para concorrer aos cargos os candidatos com intenção de atuar como técnicos de laboratórios, é necessário ter ensino médio completo e curso de técnico em laboratório concluído. Já o restante das funções exige formação técnica ou superior.

Os classificados terão o compromisso de atuar no Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Minas Gerais/Espírito Santo e, portanto, devem estar aptos para ingressar em área indígena após a aprovação no concurso.

Como realizar a inscrição para o concurso da Santa Casa?

Os interessados devem encaminhar os currículos para o seguintes endereços de e-mail rhsabaramgescurriculo@gmail.com , até o dia 26 de maio.

A avaliação será feita a partir da análise curricular, que terá caráter tanto eliminatório como classificatório. Para mais informações, clique aqui e consulte os editais para os concursos.

Sobre Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) 

O DSEI, ou,  Distrito Sanitário Especial Indígena é um modelo de organização de serviços orientados para um determinado espaço étnico- cultural com intenção de promover a saúde dos povos indígenas no Brasil, através do desenvolvimento de atividades técnicas.

Existem, atualmente, no Brasil 34 DSEIs com 351 Polos Base, onde ficam disponíveis equipes multidisciplinares para diversas funções como:

  • Informações de doenças
  • Coleta e análise de dados
  • Investigações epidemiológicas
  • Armazenamento de medicamentos 
  • Planejamento de ações estratégicas
  • Organização de processos e vacinação

Coronavírus e população indígena

A pandemia do novo coronavírus pode ter sério impacto nas populações indígenas espalhadas pelo Brasil.

Informações da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) reconhecem a vulnerabilidade da população indígena a viroses e infecções respiratórias.

Em meio a crise sanitária as invasões às terras indígenas representam, além de tudo, risco de contaminação. Segundo o Ministério Público Federal (MPF) existe riscos de um genocídio indígena caso o vírus não seja contido.

Organizações indígenas têm recomendado isolamento social e proibição de entrada de pessoas que não façam parte de serviços de assistência essenciais nos territórios como medida de prevenção.

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS

Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.