Veja Também | FDR.TV


 

Brasileiros começarão a receber o abono salarial em breve. A partir do mês de junho, milhares de trabalhadores terão acesso ao valor PIS/PASEP de 2020, com teto de R$1.045. A liberação marcará o início do calendário deste ano e terá como base os 12 meses de 2019. Para poder ter acesso a quantia, é preciso que o servidor tenha vínculo empregatício por pelo menos 30 dias. O valor total do benefício varia de acordo com o tempo trabalhado. Confira como fazer o cálculo no texto abaixo.  

Valor PIS/PASEP: veja QUANTO pode receber nesta nova rodada de saque (Imagem: Reprodução - Google)
Valor PIS/PASEP: veja QUANTO pode receber nesta nova rodada de saque (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

Para definir o pagamento do abono, o governo leva em consideração o valor do salário mínimo em vigor. Este ano, o piso nacional é de R$ 1.045, isso significa que quem prestou serviço por 12 meses em 2019 terá acesso a quantia total. No entanto, para aqueles que trabalharam por um semestre ou 30 dias a quantia irá variar.  

O valor mínimo será de R$ 87. O cidadão que esteve de carteira assinada por três meses receberá R$ 261. Já o funcionário com 6 meses de prestação contará com um saque de R$ 522.

Por fim, independente da faixa salarial recebida, quem completou um ano de serviço ficará com R$ 1.045. Em outras palavras, quem trabalhou por 2 meses recebe 2/12 do salário mínimo, por 3 meses são 3/12 e assim por diante. 

Como sacar 

A retirada do abono acontece de duas formas. Os servidores públicos receberão o PASEP por meio Banco do Brasil. Basta ir até uma agência bancária e apresentar o cartão do programa. No caso dos trabalhadores de empresa privada, o PIS é liberado pela Caixa Econômica e também solicita a documentação acima. 

O prazo para poder sacar a quantia é até junho do ano de 2021. Caso o benefício não seja utilizado o valor ficará retido nos fundos e não poderá ser acessado novamente.  

Confira os calendários PIS/PASEP 

Calendário PIS 

Nascidos em  Recebem a partir de  Recebem até 
Julho  16/7/2020  30/6/2021 
Agosto  18/8/2020  30/6/2021 
Setembro  15/9/2020  30/6/2021 
Outubro  14/10/2020  30/6/2021 
Novembro  17/11/2020  30/6/2021 
Dezembro  15/12/2020  30/6/2021 
Janeiro  19/1/2021  30/6/2021 
Fevereiro  19/1/2021  30/6/2021 
Março  11/2/2021  30/6/2021 
Abril  11/2/2021  30/6/2021 
Maio  17/3/2021  30/6/2021 
Junho  17/3/2021  30/6/2021 

 

Calendário PASEP 

Final da inscrição  Recebem a partir de  Recebem até 
0  16/7/2020  30/6/2021 
1  18/8/2020  30/6/2021 
2  15/9/2020  30/6/2021 
3  14/10/2020  30/6/2021 
4  17/11/2020  30/6/2021 
5  19/1/2021  30/6/2021 
6 e 7  11/2/2021  30/6/2021 
8 e 9  17/3/2021  30/6/2021 

 

Os pagamentos serão feitos para quem, em 2019, recebeu no máximo dois salários mínimos por mês. E foi incluso na declaração de RAIS enviada pela empresa contratante.

COMENTÁRIOS

Maria Eduarda Andrade, mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.