Caixa paralisa auxílio emergencial e brasileiros ficam sem assistência

Milhares de brasileiros ficam sem acesso aos valores do auxílio emergencial. Nesta quinta-feira (14), completa-se duas semanas da paralisação do pagamento dos R$ 600administrado pela Caixa Econômica Federal. Segundo o último balanço divulgado pela instituição, R$ 35,5 bilhões tinham sido liberados para cerca de 50 milhões de brasileiros. No entanto, essa quantia permanece estagnada e não há novas previsões de depósitos.  

Caixa atrasa repasse do auxílio emergencial e brasileiros ficam sem assistência (Imagem: Reprodução - Google)
Caixa atrasa repasse do auxílio emergencial e brasileiros ficam sem assistência (Imagem: Reprodução – Google)

Para quem já recebeu a primeira parcela, o valor seguinte ainda segue sem calendário anunciado. Inicialmente, o ministério da economia tinha divulgado que a nova rodada aconteceria entre a partir do dia 29 de maio, mas ainda não houve uma confirmação por parte do governo federal.  

Já para os beneficiários do Bolsa Família, o valor parece estar mais seguro no que diz respeito ao cronograma, tendo em vista que os contemplados deverão receber nas mesmas datas do calendário oficial do projeto.

No entanto, o grupo enfrenta dificuldades com a aprovação do acréscimo e já registrou milhares de queixas afirmando que o benefício tinha sido negado.  

Há também parte da população que registrou o cadastro no app do Auxílio Emergencial, teve os dados aprovados, mas não recebeu nenhum valor. Por fim, outra parte reclama que, mesmo dentro das regras estipuladas pela MP, a solicitação foi negada, impossibilitando o pagamento.  

Resposta da Caixa 

Questionada sobre esses entraves, a Caixa Economia informou que há uma série de motivos para tais questões. Primeiro, a instituição alegou que a publicação do novo calendário para a segunda e terceira rodada é de responsabilidade do governo federal e que segue aguardando as datas. 

Na sequência, no que diz respeito aos pedidos em análise, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, informou que essa triagem não passa pelas mãos dos servidores. O banco apenas recebe a lista da Dataprev com as contas dos favorecidos que tiveram as solicitações aprovadas. 

“A Caixa esclarece que a responsabilidade pela análise de quem tem o direito ao Auxílio Emergencial é da Dataprev, que é a instituição do Governo Federal responsável por verificar se o cidadão cumpre todas as exigências previstas na lei, com homologação do Ministério da Cidadania“, informou o banco em nota. 

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.