Lockdown em Pernambuco é uma realidade? Governo responde

Lockdown em Pernambuco já começou? Nessa quarta-feira (6), o governo do estado emitiu uma nota explicando a aplicação do isolamento definitivo na região. Desde a última segunda-feira (4), a imprensa local vem notificando a possibilidade de o exército estar nas ruas para garantir que a população se mantenha dentro de casa. No entanto, conforme o poder público, a afirmação de tal medida não é verdadeira e que a mesma ainda está em análise 

Lockdown em Pernambuco é uma realidade? Governo responde (Imagem: Reprodução - Google)
Lockdown em Pernambuco é uma realidade? Governo responde (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

Paulo Câmara, governador do estado, explicou que está se articulando com os chefes dos Poderes Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas para poder definir quais as próximas estratégias de contenção do covid-19.  

De acordo com um balanço feito pela própria secretaria da saúde, Pernambuco é o terceiro estado com o maior número de infecções e apresenta 98% dos leitos ocupados. Até o momento, já foram registradas mais 9.881 vítimas, sendo 803 levadas a óbito.  

Nota oficial sobre o lockdown em Pernambuco 

Mediante o tumulto sobre a possibilidade do lockdown, a assessoria de imprensa do governador explicou que, na reunião com os poderes mencionados, o gestor “voltou a defender o isolamento social como principal instrumento de combate à disseminação do vírus e a possibilidade da adoção de novas iniciativas que possam contribuir para o achatamento da curva de contágio”.  

Porém, reforçou que não há nenhuma previsão para o fechamento total das cidades. A ação ainda está sendo estudada e só será acionada em último caso, como forma de segurança para a população. 

“Desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março, o governador Paulo Câmara tem se reunido com representantes de entidades e órgãos públicos e da sociedade civil, para discutir as medidas adotadas pelo estado (o primeiro conjunto delas adotado no dia 12 de março) para o enfrentamento da Covid-19″, informou o governo do estado.

No texto, a assessoria ainda explicou que “em todos os encontros, ocorridos em sua maioria por videoconferencia, o chefe do Executivo estadual apresentou o impacto das iniciativas implementadas, pontuou ações que podem ser viabilizadas, discutiu o isolamento social vigente e possíveis formas de ampliação do mesmo e colheu sugestões”. 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.