IPTU Aracaju: Desembargador e Prefeitura discutem isenção do imposto por 90 dias

O desembargador Ricardo Múcio Santana de Lima negou o pedido feito pela Prefeitura Municipal de Aracaju, em que foi solicitada a reconsideração da decisão de suspender pelo período de 90 dias a cobrança do IPTU Aracaju. Além dele, também foi solicitada a suspensão da Taxa de localização e Funcionamento que autorizasse o prosseguimento do calendário do pagamento desses impostos.

IPTU Aracaju: Desembargador e Prefeitura discutem isenção do imposto por 90 dias
IPTU Aracaju: Desembargador e Prefeitura discutem isenção do imposto por 90 dias (Foto:Google)

Isso foi parar na Justiça, depois que o Partido Patriota ajuizou uma ação direta de inconstitucionalidade, alegando que no momento da pandemia de coronavírus, na qual a economia está afetada e os contribuintes passam por dificuldades, a cobrança desse imposto e da TLF viola os princípios constitucionais da capacidades contributiva. 

Por conta disso, o desembargador suspendeu a cobrança do IPTU e da TFL pelo período de 90 dias e proibiu a prefeitura de Aracaju de cobrar juros, taxas ou correção monetárias ao valor devido, emitir certidões positivas com efeito de negativas referente a esses tributos, e inscrever esses contribuintes em dívida ativa municipal.

A Prefeitura argumentou que a cobrança desses tributos estão previstas constitucionalmente e que adotou medidas de flexibilização tributária, desde 06 de abril de 2020.

O órgão explicou também que seria prejudicada com a suspensão do pagamento, já que a arrecadação municipal seria reduzida em R$53 milhões. Mesmo com todas as explicações, o desembargador manteve a suspensão da cobrança.

“É certo que a exigência de impostos sem que se atentem para o viés econômico recessivo causado pela pandemia afeta a capacidade contributiva. Não há dúvida disso”, comentou.

Em sua decisão, o desembargador citou alguns artigos da Constituição Estadual, entre eles, um que diz que os impostos, sempre que possível, terão caráter pessoal e serão graduados segundo a capacidade econômica do contribuinte, e também destacou a posição da Receita Federal, que prorrogou o vencimento de seus tributos, assim como a decisão dos estados do Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro, que prorrogaram por 90 dias o pagamento do IPTU.

Com essa decisão publicada nesta segunda-feira (4), a cobrança do IPTU Aracaju e da TLF seguem suspensas, porém  a liminar segue para apreciação no pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe, no dia 15 de maio.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.