INSS abre inscrições para servidores inativos atuarem na força tarefa

Nesta segunda-feira (4), o INSS anunciou a abertura do processo de inscrição para a contratação de servidores aposentados, e militares inativos, para reduzir a fila de benefícios à espera de análise. Uma medida de contratação foi anunciada em fevereiro.

INSS abre inscrições para servidores inativos atuarem na força tarefa
INSS abre inscrições para servidores inativos atuarem na força tarefa (Foto: Montagem/FDR)

Atualmente, o órgão está com uma fila de 1,2 milhões de pedidos represados. Todos dependem da análise dos funcionários para liberar os salários, já que não são feitos por meio digital. 

Serão 8.230 vagas para o atendimento ao público nas agências do INSS e no apoio operacional, além das ocupações nos seguintes pontos:

  • 255 vagas para a Subsecretaria de Perícia Médica Federal;
  • 235 vagas para Conselho de Recursos da Previdência Social;
  • 50 vagas para Subsecretaria de Regimes Próprios;
  • 270 vagas para Secretaria de Gestão de Pessoal.

Para se inscrever é preciso acessar o site do INSS https://www.inss.gov.br/temporarios/ até o dia 10 de maio.

No momento da inscrição, os interessados deverão fornecer dados pessoais e um e-mail válido, além de escolher o órgão e a localidade onde têm interesse de trabalhar.

O total de vagas por localidade está disponível nos anexos do edital. A medida é vista como uma solução para resolver o problema que vem se arrastando por algum tempo, demorou a ser tomada e os posto do INSS estão fechados por conta da pandemia causada pelo coronavírus. Por conta disso, agora, o atendimento é realizado totalmente virtual. 

Cerca de 7.400 vagas, estão voltadas para o atendimento ao público e para os serviços administrativos nas agências. 

O instituto tem até seis meses para convocar militares e civis aposentados para atuar e descrever como será essa atuação. As outras vagas seriam para trabalhar em outros órgãos da secretaria de Previdência.

A força-tarefa prevê a contratação de servidores aposentados do próprio INSS, porém não detalha o número de servidores que serão convocados. Por lei, apenas pessoas que fazem parte da carreira do seguro social podem fazer a análise dos benefícios. Apenas no ano passado, sete mil servidores do INSS se aposentaram.

A portaria dispensa a realização de concurso público para a contratação dos funcionários temporários, que será feita a partir de chamamento público.

A fila do INSS se tornou tão grande, por conta da promulgação da reforma da previdência, que mudou as regras para aposentadoria que fixou a idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para os homens, o fim do benefício por tempo de contribuição, entre outras regras.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.