RS anuncia abertura do estado após estudo detalhado sobre contágio do Covid-19

Após mapeamento do contágio pelo novo coronavírusRio Grande do Sul (RS) avalia estratégias para retomar as atividades. Nesta quinta-feira (30), o governador do estado, Eduardo Leite, irá anunciar um plano de ação para que a região volte, gradativamente, ao seu ritmo de funcionamento. De acordo com os gestores, o planejamento foi baseado em pesquisas realizadas pela Universidade de Pelotas, de modo que possa conter o número de infectados pela pandemia.  

RS anuncia abertura do estado após estudo detalhista sobre contágio do Covid-19 (Imagem: Reprodução - Google)
RS anuncia abertura do estado após estudo detalhista sobre contágio do Covid-19 (Imagem: Reprodução – Google)

Apesar de não ser a região mais afetada pela doença, o estado já contabiliza mais de 1.420 casos confirmados, ocasionando em aproximadamente 52 mortes.

De acordo com estudos realizados na universidade de Pelotas, a cada 1 pessoa contaminada, há 12 que não são notificadas, fazendo com que a média de contágio ultrapasse o número de mais de 15 mil pessoas 

Até o momento, o centro de pesquisa de saúde realizou 4.500 mil testes, comprovando que todos os familiares dos doentes desenvolvem anticorpos para o vírus.

Baseado nesses estudos, o governo estadual está desenvolvendo estratégias para pôr fim ao isolamento social. A decisão não acontecerá de forma imediata e levará em consideração o número de mortes e contaminação por cidade.  

Avaliação por região do RS

De acordo com os dados do estudo, cidades como Lajedo, Vale do Taquari e Passo Fundo foram consideradas a de maior risco, ficando com um alerta vermelho e reforçando a necessidade da quarentena. Já em Porto Alegre e Caxias do Sul, a situação é relativamente mais amena, estando entre o intermediário do contágio.  

Para poder retomar as atividades, o governo irá aplicar protocolos diferentes para cada região, priorizando as atividades mais essenciais para garantir a segurança dos cidadãos.

Todos os setores de funcionamento, como comércios, centros de saúde, alimentação, entre outros, terão protocolos diferentes que deverão ser aplicados mediante o fluxo populacional e risco de proliferação do coronavírus 

Apesar de ainda não terem sido anunciadas, o governo do RS espera que as medidas passem a ser aplicadas a partir da próxima semana. De acordo com os gestores, mesmo com a liberação e retomada, o poder público continuará monitorando e fiscalizando os números de contaminação e não descarta a possibilidade de paralisar os serviços novamente, caso necessário.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA