Bolsa Família: veja lista de quem PODE sacar auxílio de R$600

Nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial começou na semana passada para os beneficiários do Bolsa Família. A partir desta quarta-feira (29), os cadastrados no programa social que têm como número final da inscrição o dígito 9 passarão a receber os depósitos de R$ 600 do coronavoucher. A liberação acontecerá diretamente em suas contas e poderá ser retirada em qualquer unidade da Caixa Econômica Federal ou das Casas Lotéricas. 

Bolsa Família: veja lista de quem PODE sacar auxílio de R$600 (Imagem: Reprodução - Google)
Bolsa Família: veja lista de quem PODE sacar auxílio de R$600 (Imagem: Reprodução – Google)

Têm direito ao benefício todos aqueles que estiverem com os dados devidamente regularizados no Cadastro Único e receberam valores do Bolsa Família ao longo do último mês. A quantia do auxílio emergencial irá substituir o salário tradicional da família pela quantia de R$ 600.  

Diferentemente dos demais cidadãos brasileiros, os registrados do Bolsa não precisarão realizar cadastros prévios ou formalizar a solicitação do benefício.

Para esse grupo, os envios estão acontecendo de forma automática, tendo em vista que todos já estão devidamente cadastrados no CadÚnico.  

Calendário e formas de pagamento 

Os pagamentos acontecerão entre os meses de abril, maio e junho e poderão ser prorrogados a depender da crise. Para poder receber, basta ir até uma agência da Caixa ou unidade das Casas Lotéricas na data informada pelo calendário.

 É necessário ter em mãos o cartão do Bolsa Família ou o Cartão Cidadão, além de um documento oficial com foto.  

A Caixa solicita para que todos sigam o cronograma já anunciado, de modo que evite superlotações nas agências, conforme as recomendações da Organização Mundial de Saúde 

Consultas e saldos via app do Bolsa Família 

Quem quiser consultar os valores que serão recebidos e calcular o saldo do auxílio, pode fazer isso por meio do aplicativo do Bolsa Família. Basta acessar a ferramenta com os dados de inscrição e conferir a quantia depositada no último mês (antes da liberação do coronavoucher).

No caso daqueles que, por exemplo, tinham uma renda de R$ 350 mensais, serão acrescentados mais R$ 250.  

É válido ressaltar que a liberação do auxílio emergencial, diferentemente dos demais pagamentos do programa, é feita por família e não por beneficiário. Isso significa que cada lar poderá contar com a quantia máxima de R$ 600 por mês.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.