13° INSS ANTECIPADO! Veja 4 formas de usar o salário extra durante a crise

Aposentados e pensionistas ampliam seus orçamentos. Começou hoje (24), o pagamento do 13° INSS. O recurso foi antecipado por causa da crise do coronavírus e passará a ser ofertado entre o mês de abril e maio. O valor será dividido em duas parcelas, sendo a primeira equivalente a 50% do benefício e a segunda com reajustes relacionados as tarifas do imposto de renda. Por estar em um momento de instabilidade econômica, é importante ficar atento aos gastos.  

13° INSS ANTECIPADO! Veja 4 formas de usar o salário extra durante a crise (Imagem: Reprodução - Google)
13° INSS ANTECIPADO! Veja 4 formas de usar o salário extra durante a crise (Imagem: Reprodução – Google)

Para quem recebe R$ 2.000 mensais, por exemplo, o pagamento dessa primeira rodada será de R$ 1000.

O valor, não previsto pelos beneficiários, deve ser bem economizado, pois até o momento é o único benefício ofertado para a categoria durante o período da pandemia. Separamos algumas dicas para que você utilize o valor com sabedoria, confira:  

Organize suas finanças 

Por se tratar de um pagamento extra, antes de utiliza-lo é importante que você tenha total controle do seu rendimento mensal. Desse modo, ao receber o deposito desse mês, separe o pagamento já previsto (aposentadoria ou pensão) da antecipação do 13° do INSS.

Ao organizar as finanças, verifique se o valor base é o suficiente para fechar as contas do mês. Despesas como contas de energia, alimentação, cartões e aluguel devem ser tratadas como prioridade. Se a quantia for o suficiente, mantenha a parcela do décimo guardada.  

Em caso de dívidas 

Para quem está com dívidas e precisa se regularizar, antes de quitar os valores se informe dos prazos de pagamento. Por se tratar de um período de crise econômica, diversas marcas, bancos e demais serviços estão prorrogando as datas das prestações de conta, de modo que seus clientes consigam obter mais tempo. Só utilize o valor recebido se for de extrema necessidade, como em caso de multas e juros de atraso.  

13° do INSS na poupança  

Para aqueles que estiverem com os orçamentos devidamente organizados, é interessante reter esse valor como uma espécie de poupança para possíveis novas situações de crise.

O valor pode ser utilizado para custear medicamentos, exames, entre outras situações emergenciais que possa vir acontecer. O recomendado é que a quantia seja utilizada para fins de caráter de urgência.  

13° do INSS para se manter na crise

Para vivenciar essa pandemia que assola o país, uma das dicas importantes é reservar o dinheiro do 13° do INSS para compra de suprimentos e itens básicos para vivenciar o período de isolamento social, como:

  • Remédios;
  • Alimentos;
  • Pagamento de plano de saúde;
  • Quitação de dívidas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.