Calendário da 2° parcela do auxílio de R$600 foi CANCELADO; entenda o motivo

O Ministério da Cidadania informou que não será mais possível antecipar a segunda parcela do auxílio de R$600, como havia sido prometido pelo Ministro Onyx Lorenzoni recentemente.

Calendário da 2° parcela do auxílio de R$600 foi CANCELADO; entenda o motivo
Calendário da 2° parcela do auxílio de R$600 foi CANCELADO; entenda o motivo (Foto:FDR)

A pasta argumentou que o adiamento foi motivado devido a alta procura pelo auxílio emergencial, isto é, um grande número de brasileiros requereram os R$600. Por isso, será necessário solicitar crédito suplementar para realizar os pagamentos.

Em nota enviada à imprensa a pasta reafirmou o motivo do adiamento do novo calendário.

“Tanto o Ministério da Cidadania quanto a Caixa manifestaram seu desejo de antecipar o pagamento da segunda parcela. No entanto, devido ao alto número de informais cadastrados e a determinação do governo em não deixar ninguém para trás, todas as expectativas foram superadas e tornou-se imperativo solicitar crédito suplementar para poder completar o atendimento a todos”, disse a pasta.

O governo iria começar a fazer o pagamento da segunda parcela nesta quinta-feira (23). Iriam receber primeiro os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro que estavam inscritos no Cadastro Único, ou se inscreveram pelo aplicativo da Caixa ou pelo site

Segundo a assessoria da Caixa, para os beneficiários do programa Bolsa Família, o pagamento segue sendo realizado de acordo com o calendário para todas as três parcelas do auxílio de R$600. Hoje (23), os beneficiários que vão receber o primeiro pagamento são aqueles com o NIS igual a 5.

“Após a definição da suplementação orçamentária a ser feita pelo Ministério da Economia, iremos completar o atendimento da primeira parcela e anunciar o calendário de pagamento da segunda parcela do Auxílio-Emergencial no mês de maio. Todos os que forem elegíveis de acordo com a lei irão receber”, diz a nota do ministério.

A pasta informou ainda que seguiu uma recomendação da Controladoria Geral da União (CGU) sobre as dificuldades de recursos, para casa uma das três parcelas são gastos R$32,7 bilhões e já foram transferidos R$31,3 bilhões, ainda serão avaliados cerca de 12 milhões de cadastros para o primeiro pagamento.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.