Seguro DPVAT está oficialmente de volta! Veja quem precisa pagar

Motoristas devem ficar atentos! A medida provisória que suspendia o pagamento do Seguro DPVAT venceu nessa segunda-feira (20) e a partir de agora a prestação de contas passa a ser obrigatória. A informação foi conformada pelo Departamento Nacional de Trânsito que afirmou que, todos os proprietários de veículos precisam quitar as cobranças. Os valores variam de acordo com o tipo do automóvel, mas devem ser enviados juntamente com o calendário do IPVA.  

Seguro DPVAT está oficialmente de volta! Veja quem precisa pagar (Imagem: Reprodução - Google)
Seguro DPVAT está oficialmente de volta! Veja quem precisa pagar (Imagem: Reprodução – Google)

Por se tratar de uma cobrança federal, o seguro deve ser pago obrigatoriamente por todos aqueles que possuam veículos em seus nomes. A administração da cobrança, no entanto, varia de acordo com cada região, seguindo o calendário de pagamentos do IPVA.  

Normalmente, o DPVAT é pago junto com a primeira parcela do imposto sobre a propriedade de veículos automotores, mas devido a suspensão espera-se que a prestação aconteça entre as parcelas de abril e maio.  

Para poder ter acesso ao carnê, o motorista precisa ir até o site da Seguradora Líder e emitir sua guia. Ele deve informar o número do Renavan do automóvel e assim imprimir as cobranças.

O pagamento pode ser feito tanto em unidades bancárias físicas quanto por meio dos aplicativos das instituições financeiras.  

Balanço do DPVAT 2020 

De acordo com a Líder, somente nesse primeiro trimestre, foram contabilizados mais de 29 milhões de pagamentos, mesmo com a medida em validação.

Para aqueles que tiveram os valores reajustados, com as mudanças propostas pelo Supremo Tribunal Federal, já foram devolvidos mais de R$ 89.028 para cerca de 906 contribuintes.  

A solicitação das restituições ocorre também por meio do site da Líder. Basta que o usuário envie seu comprovante de pagamento com os valores anteriores a correção do STF. Na sequência, ao validar o documento, a empresa reembolsa por meio da conta bancária informada.  

Sobre o seguro obrigatório 

Trata-se de um seguro de trânsito utilizado para garantir a integridade de motoristas e passageiros. Seus valores são ofertados em casos de acidentes, podendo ser liberados tanto para o condutor quanto para quem foi atingido. A quantia pode ser concedida por até três meses e seu valor varia de acordo com a gravidade da situação.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA