Banco do Brasil divulga número de créditos autorizados durante a quarentena

Em meio a liberações emergenciais ocasionadas pelo Covid-19, Banco do Brasil contabiliza o número de créditos já injetados na economia e apresenta um valor de R$ 83,8 bilhões. Os dados foram levantados pela própria instituição que vem auxiliando em benefícios como o coronavoucher de R$ 600. De acordo com a marca, somente entre 16 de março e 15 de abril, já foram aprovados R$ 44,3 bilhões em créditos novos e prorrogados R$ 39,5 bilhões em empréstimos para pessoas físicas e empresas.  

Banco do Brasil divulga número de créditos autorizados durante a quarentena (Imagem: Reprodução - Google)
Banco do Brasil divulga número de créditos autorizados durante a quarentena (Imagem: Reprodução – Google)

Ao anunciar tais estatísticas, o BB informou também que pretende aumentar os números ainda nesse primeiro semestre. Com a crise do Covid, o banco deseja liberar mais de 1,1 milhão de parcelas de 436 mil operações de crédito por prazo que variou de 60 dias, para empresas, a 180 dias para pessoas físicas.

O serviço irá contemplar cerca de 321 mil clientes. Para essas operações o custo será em média de R$ 39,5 bilhões, sendo R$ 31,9 bilhões para empresas e R$ 7,6 bilhões para pessoas físicas. 

Novos créditos no Banco do Brasil 

Para quem solicitou novos recursos, o BB investiu mais de R$ 9,99 bilhões, sendo a maioria deles destinados ao crédito consignado. A instituição ampliou também o tempo de carência de 60 a 190 dias nos prazos de vencimento das primeiras parcelas, além de aumentar em até 96 meses a quitação total do financiamento.  

Auxílio emergencial 

No que diz respeito ao coronavoucher, o banco investiu mais de R$ 476 milhões, somente nessas primeiras duas semanas de pagamento. Foram contemplados mais de 709 mil clientes, que deverão fazer parte da folha orçamentária pelos próximos meses, tendo em vista que o benefício foi divido em três parcelas.  

Novas negociações  

Além disso, a instituição também está negociando outros 47 convênios para a realização de pagamentos de benefícios sociais. Se as propostas forem validadas, a rede deverá investir mais de R$ 1 bilhão para custear cerca de 4 milhões de novos auxílios 

Somente nos pagamentos do INSS, já foram liberados mais de R$ 9 bilhões, para cerca de 6,7 milhões de aposentados e pensionistas. Há ainda valores referentes ao Pasep, que deverá retirar cerca de R$ 488 milhões para 506 mil trabalhadores. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.