Veja AQUI como fica seu salário com redução e corte de jornada

Atenção as reduções. Mediante o atual cenário econômico, que permite que os trabalhadores tenham seus salários diminuídos em até 70%, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) lançou uma plataforma para que o cidadão consiga simular o seu novo salário em caso de cortes. O sistema, gratuito, contabiliza o recebimento a partir da faixa salarial de cada categoria.

Veja AQUI como fica seu salário com redução e corte de jornada (Imagem: Reprodução - Google)
Veja AQUI como fica seu salário com redução e corte de jornada (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder realizar a simulação, o trabalhador precisa acessar a calculadora (disponível aqui) e repassar seus informes de renda. Com o valor de seu salário, a ferramenta apresenta uma média prévia que varia entre 25%, 50% e 70% a depender da situação de cada funcionário.

Leia também: Patrão reduziu jornada de trabalho? Saiba como fica SEU salário

A definição do corte é feita de duas formas. Primeiro, levando em consideração os contratados por pequenas empresas, que tenham uma receita anual de até R$ 4,8 milhões. Segundo, para aqueles com a carteira assinada em marcas com um rendimento acima de R$ 4,8 milhões.

Informes da MP

De acordo com o texto da Medida Provisória 936, os reajustes variam mediante os acordos firmados entre o empregador, o sindicato da classe e o trabalhador. As reduções são liberadas durante um período de até 90 dias e determinam a proibição das demissões.

Até o momento, mais de um milhão de pessoas estão nos registros do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, firmando acordos para a renegociação dos salários. O esperado é que esse número permaneça crescendo pelos próximos 60 dias, considerados os mais tensos durante o período da pandemia do Covid-19.

Sindicato

Para auxiliar a classe trabalhadora, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos reforça que a população precisar entrar em contato com os órgãos nos quais estão vinculados profissionalmente.

Leia também: O 136 ligou para seu Celular? Entenda porque você deve atender

A solicitação é obrigatória para aqueles que tenham salários acima de R$ 3.135,00 (3 salários mínimos) e abaixo de R$ 12.202,00. No entanto, o trabalhador que não se enquadrar nessas quantias e desejar realizar negociações, também pode contar com a mediação do sindicato.

Por fim, o Dieese reafirma que, mesmo não intervindo no acordo, a entidade ainda precisa ser informada sobre qualquer alteração realizada entre o empregador e o empregado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA