Urgente! Tribunal derruba exigência de CPF regular para receber R$600 do governo

Na noite desta quarta-feira (15), o juiz federal Ilan Presser, relator que foi convocado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, determinou a suspensão de exigência de CPF regular para receber o auxílio emergencial de R$600.

Urgente! Tribunal derruba exigência de CPF regular para receber R$600 do governo
Urgente! Tribunal derruba exigência de CPF regular para receber R$600 do governo (Imagem:Reprodução/Google)

O juiz concedeu o prazo de 48 horas para que a Caixa Econômica Federal e a Receita Federal implementassem a medida.

Leia também: Regularização do CPF pode ser feita por e-mail; Confira o passo a passo

Nos últimos dias, centenas de brasileiros formaram filas nas unidades da Receita de todo o país com a tentativa de regularizar o CPF. 

A aglomeração contraria as recomendações de isolamento social que foi implantada para reduzir o ritmo de propagação do coronavírus. 

Os trabalhadores que não possuem cadastro nos canais oficiais do governo, estão enfrentando vários problemas na hora de se inscrever no aplicativo da Caixa.

Desde de CPF irregular por conta de pendências eleitorais, até o nome da mãe diferente do que está na base de dados da Receita. 

Os técnicos do governo estimam que cerca de 70 milhões de brasileiros vão receber o auxílio emergencial, isso é bem acima da estimativa oficial. 

O número representa seis vezes o número de habitantes de Portugal e 40% da população em idade ativa, ou seja, com 14 anos ou mais, incluindo quem está ou não disponível para trabalhar no Brasil.

A ação foi ajuizada pelo governo do Pará. O juiz federal, em sua decisão, aponta que o auxílio foi criado para proteger pessoas em situação de vulnerabilidade e por conta disso justifica a exigência. 

Além disso, foi dito ainda que a exigência do CPF regular não poderia constar em um decreto do governo federal, mas apenas em uma lei aprovada no Congresso Nacional. 

“Manter a referida exigência tem a potencialidade de produzir externalidades negativas perversas nos estratos sociais mais vulneráveis, que não têm o CPF em situação regular”, escreveu em sua decisão.

Leia também: Governo adia cobrança do IPVA 2020 MT por dois meses; confira as novas datas

O juiz apontou que exigir a regularidade descumpre medidas sanitárias, pois isso vai obrigar os cidadãos a se aglomerarem em postos de órgãos públicos para efetuar essa regularização.

A Receita avisa que as pendências podem ser sanadas no seu site oficial, sem a necessidade de sair de casa. Depois de regularizar seu documento, a situação no sistema da Caixa deve ser constada em pelo menos 3 dias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA