Ibovespa sobe nesta 2°-feira na contramão dos americanos

Depois de semanas de quedas, Ibovespa apresentou números positivos nessa segunda-feira (13). Mediante a crise econômica ocasionada pelo Covid-19, a Bolsa de Valores brasileira marcou uma valorização de 1,25%, aos 78.650 pontos, às 16h50. Os valores são maiores do que o mercado americano, que registrou uma queda de mais de 1%, nas últimas 24 horas.

Ibovespa sobe nesta 2°-feira na contramão dos americanos (Imagem: Reprodução - Google)
Ibovespa sobe nesta 2°-feira na contramão dos americanos (Imagem: Reprodução – Google)

Ao longo do dia, os números da economia nacional foram oscilando entre altas e baixas. No entanto, de acordo com o analista da Guide Investimentos, Henrique Esteter, ainda assim são dados positivos se levarmos em consideração a atual situação política e econômica do país.

Leia também: Ibovespa entra em cenário que marca pior mês de atuação desde 1998

Segundo ele, o motivo de tal crescimento deve ser associado ao avanço de financiamentos da Vale e da Petrobras, que estão com preços positivos em suas comoodities. “Quando se compara com lá fora, temos até um dia positivo”, explicou.

Para a Vale ON, o acréscimo foi de 2,22%, motivado pelo avanço do preço do minério de ferro. Já no caso da Petrobras ON, a variação ficou entre 1,78% com a PN cedendo 0,06%.

Os números levam em consideração as negociações do petróleo no exterior, que está contabilizando uma alta, com venda de US$ 23 para o WTI e o de US$ 32 para o Brent até o mês de junho.

Tensão política modifica valores

Esteter afirmou ainda que, nesse momento, com o clima de tensão entre o presidente da república, Jair Bolsonaro, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, os investimentos nacionais deverão ficar mais abalados.

Leia também: Coronavírus: especialistas preveem 500 mil de pessoas vivendo na pobreza

De acordo com ele, os desdobramentos políticos influenciam diretamente no preço da Ibovespa, tendo em vista que os investidores internacionais avaliam os posicionamentos e desdobramentos públicos antes de realizarem suas aplicações.

“É uma disputa que faz preço. Vimos isso, por exemplo, quando o rumor da demissão [de Mandetta] fez a bolsa cair. Mas hoje não acho que esteja fazendo preço, mas todos ficam de olho. Caso venha a ter uma saída, vai aumentar a turbulência e pode refletir na bolsa”, avaliou o analista.

Ao longo da última semana, ambos os gestores foram pauta em toda a imprensa nacional, validando um clima de confronto e insegurança pública mediante a pandemia do coronavírus.

Na manhã desta terça-feira (14), a Ibovespa alcançava 78.835,82 pontos e uma alta significativa de 1,49%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA