Auxílio emergencial de R$600 faz novo pagamento essa semana; saiba quem recebe

Nova liberação do auxílio emergencial começa nessa semana. A partir de hoje (13), os inscritos no CadÚnico que se registraram no site ou aplicativo no último dia 7, terão os valores repassados para suas contas. De acordo com o Ministério da Cidadania, o prazo máximo para o depósito é de até 10 dias depois da validação da inscrição. A partir de amanhã (14), receberão aqueles que já estavam cadastrados e são correntistas de bancos como o Bradesco, Santander, Itaú, entre outros.

Auxílio emergencial de R$600 faz novo pagamento essa semana; saiba quem recebe (Imagem: Reprodução - Google)
Auxílio emergencial de R$600 faz novo pagamento essa semana; saiba quem recebe (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder receber o pagamento, o cidadão deverá ter fornecido uma conta bancária no ato de sua inscrição ou então ter criado a poupança digital, desenvolvida pela Caixa.

No caso dos correntistas, os valores serão depositados nas contas informadas. Já para quem for contar com o auxílio digital, o valor ficará na plataforma da instituição e poderá ser transferido para qualquer outro banco, de forma gratuita.

Leia também: ‘Coronavoucher’: Entenda como sacar os R$600 ONLINE e evitar filas

Nesse momento, o governo federal reforça que as pessoas que optem por serviços de pagamento online, como na função de débito e transferências. A solicitação tem como finalidade reduzir as chances de aglomerações nas agencias bancárias, de modo que não coloque em risco a vida dos servidores e clientes mediante a proliferação do Covid-19.

Valores do coronavoucher

O valor irá variar de acordo com a situação familiar do beneficiário. De modo geral, o texto da medida, validada pelo presidente Jair Bolsonaro, autoriza um pagamento de R$ 600 por trabalhador.

No entanto, aqueles que forem chefes de família solteiros, sendo homem ou mulher, poderão ter a quantia acumulada, totalizando um saque de R$ 1.200.

Para os cadastrados do Bolsa Família, o pagamento terá o teto máximo de R$ 600, podendo dispensar os valores dos demais auxílios ofertados pelo programa. Isso significa que, durante os próximos três meses, os beneficiários deixarão de ter um recebimento médio de R$ 188 para contar com depósitos de R$ 600.

Leia também: INSS: governo estuda conceder crédito para empresas devedoras

Para quem for contemplado do Bolsa Família, o calendário seguirá o mesmo já anunciado pelo Ministério da Cidadania. A primeira parcela será liberada no próximo dia 16, a segunda no dia 18 de maio e a terceira em 17 de junho.

Os demais, trabalhadores autônomos, microempreendedores e desempregados, a partir da segunda parcela, terão os depósitos feitos de acordo com suas datas de nascimento.

Imagem: Ministério da Cidadania

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA