URGENTE! Novo saque do FGTS de R$1.045 é autorizado pelo governo

Nova liberação do FGTS beneficiará mais de 60 milhões de brasileiros. Na noite dessa terça-feira (7), o governo federal publicou uma portaria, no Diário Oficial da União, formalizando o pagamento de R$ 1.045 por meio dos fundos de garantia. A proposta de criar um novo saque do FGTS estava sendo discutida desde o começo de março, mas passou por entraves públicos por causa dos valores de seu orçamento.

URGENTE! Novo saque do FGTS de R$1.045 é autorizado pelo governo (Imagem: Reprodução - Google)
URGENTE! Novo saque do FGTS de R$1.045 é autorizado pelo governo (Imagem: Reprodução – Google)

Desse modo, cada brasileiro que esteja registrado no programa terá acesso a um saque de R$ 1.045. Os depósitos passarão a ser feitos a partir do dia 15 de junho e ficarão disponíveis até o dia 31 de dezembro.

Trata-se da terceira liberação do FGTS somente este ano, que encerrou o calendário do saque-imediato e deu início a modalidade aniversário.

Leia também: Saque total do FGTS é apresentado no Senado

No entanto, nem todas as informações são positivas. Para custear a ação, o ministério da economia optou por cancelar o pagamento da cota do fundo do PIS-PASEP 2020.

O saque para os cotistas do PIS/PASEP estava disponível desde 2019 para quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988.

É válido ressaltar que, para receber o FGTS, é preciso estar há pelo menos 5 anos em atuação no mercado, com registro validado. Isso significa que a população que deu início a sua jornada de trabalho recentemente, deverá ficar descoberta.

Questionado sobre esse fato, o ministro da economia, Paulo Guedes, não se manifestou a respeito. Até o momento, as liberações de verba estão voltadas para:

Leia também: Financiamento de salários ajuda pequenas e médias empresas; veja como usar!

Sobre o FGTS

Trata-se de uma espécie de conta poupança feita pelo trabalhador em parceria com o poder público. A arrecadação é custeada da seguinte forma: ao ter sua carteira de trabalho assinada, o funcionário tem valores (proporcionais ao seu salário) descontados de modo que lhe garanta um fundo de reserva.

Até o ano passado, a quantia só poderia ser liberada em situações emergenciais validadas por lei, como acidentes naturais ou então para o financiamento de imóveis. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro criou duas novas medidas que autorizam retiradas anuais: o saque imediato e o saque aniversário.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Mestre em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Atualmente se divide entre a edição do Portal FDR e a sala de aula. - Como jornalista, trabalha com foco na produção e edição de notícias relacionadas às políticas públicas sociais. Começou no FDR há três anos, ainda durante a graduação, no papel de redatora. Com o passar dos anos, foi se qualificando de modo que chegasse à edição. Atualmente é também responsável pela produção de entrevistas exclusivas que objetivam esclarecer dúvidas sobre direitos e benefícios do povo brasileiro. - Além do FDR, já trabalhou como coordenadora em assessoria de comunicação e também como assessora. Na sua cartela de clientes estavam marcas como o Grupo Pão de Açúcar, Assaí, Heineken, Colégio Motivo, shoppings da Região Metropolitana do Recife, entre outros. Possuí experiência em assessoria pública, sendo estagiária da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado de Pernambuco durante um ano. Foi repórter do jornal Diário de Pernambuco e passou por demais estágios trabalhando com redes sociais, cobertura de eventos e mais. - Na universidade, desenvolve pesquisas conectadas às temáticas sociais. No mestrado, trabalhou com a Análise Crítica do Discurso observando o funcionamento do parque urbano tecnológico Porto Digital enquanto uma política pública social no Bairro do Recife (PE). Atualmente compõe o corpo docente da Faculdade Santa Helena e dedica-se aos estudos da ACD juntamente com o grupo Center Of Discourse, fundado pelo professor Teun Van Dijk.
Sair da versão mobile