Saque do auxílio de R$600: saiba QUANDO você recebe e qual funcionamento

PONTOS CHAVES

  • Auxílio emergencial começa a ser pago hoje (7)
  • Ordem de pagamentos é anunciada pelo governo
  • Cadastro online se encerra no fim do dia

Auxílio emergencial começa a ser liberado. A partir dessa terça-feira (7), milhares de brasileiros passarão a receber os depósitos de R$ 600 ofertado pelo governo federal. O pagamento faz parte do pacote de ações emergenciais, desenvolvido para conter os efeitos da pandemia do Covid-19. Diversas classes brasileiras terão direito a quantia, no entanto é preciso ficar atento as regras de funcionamento para o saque do auxílio de R$600. No texto abaixo, separamos os principais pontos da medida.

Saque do auxílio de R$600: saiba QUANDO você recebe e qual funcionamento (Imagem: Reprodução - Google)
Saque do auxílio de R$600: saiba QUANDO você recebe e qual funcionamento (Imagem: Reprodução – Google)

Antes de mais nada é preciso saber se tem direito ou não ao pagamento. De acordo com o texto, validado pelo presidente Jair Bolsonaro, o recurso deverá ser ofertado para:

  • Trabalhadores desempregados;
  • Autônomos;
  • Micro empreendedor individual (MEI)
  • Inscritos no Cadastro Único;
  • Beneficiados do Bolsa Família.

Leia também: Caixa revela lançamento de App para solicitar auxílio emergencial

No que diz respeito a renda, o benefício determina que cada pessoa tenha um valor mensal máximo de até R$ 522 ou então R$ 3.135 por família, contabilizando um teto de três salários mínimos.

Além disso, é preciso que o beneficiário se enquadre nos seguintes requisitos:

  1. Ter mais de 18 anos;
  2. Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
  3. Estar registrado no Cadastro Único ou apresentar uma autodeclaração por meio do aplicativo explicado mais em breve;
  4. Ser microempreendedor individual;
  5. Não apresentar um rendimento tributável em 2018 maior que 28.559,70 reais;
  6. Exceto para quem recebe o Bolsa Família, não pode acumular demais auxílios como pensões e aposentadorias do INSS.

Formas de Cadastro

Para quem já estiver presente no Cadastro Único (plataforma social do governo federal), basta apenas esperar os depósitos que serão realizados automaticamente.

Nesse caso, a facilidade será concedida para os beneficiários do Bolsa Família e demais pessoas que aguardavam na fila de espera do projeto, tendo em vista que o governo já obtém seus dados.

Já para aqueles que, até o dia 20 de março, não conseguiram repassar suas informações para a plataforma, haverá uma última oportunidade de registro, que deverá ser realizada ainda nessa terça-feira (7), por meio do aplicativo “Auxílio Emergencial” desenvolvido pela Caixa Econômica Federal. Ou no site dedicado ao saque do auxílio de R$600.

Funcionamento do APP

Para ter acesso a ferramenta, os usuários deverão baixa-la em seus aparelhos eletrônicos, por meio das lojas. Basta procurar por ‘Auxilio Emergencial’ e fazer o download. Na sequência, será preciso preencher o formulário que solicita informações como:

  1. Nome completo
  2. Registro de Nascimento
  3. Número do CPF
  4. Comprovação de Renda
  5. Dados Bancários

Após fornecer todas as informações, basta confirmar o registro e esperar a mensagem de validação do mesmo. O prazo para que essa etapa seja realizada se encerrará hoje (7).

Isso significa que é o último dia para quem ainda deseja receber o pagamento e não está incluso na plataforma.

Leia também: ATENÇÃO! Cadastro para receber auxílio de R$600 vai começar!

Ordem da liberação de saque do auxílio de R$600

De acordo com o ministro da cidadania, Onix Lorenzoi, os recursos serão ofertados inicialmente para quem conseguiu se registrar no Cadastro Único até o último dia 20 de março e tenham contas vinculadas a Caixa Econômica ou Banco do Brasil.

A partir dessa quarta-feira (8), receberão aqueles que já estão registrados no Cad-Único, mas que possuem vínculo com outras instituições financeiras.

Por fim, a quantia será depositada para os últimos cadastrados, que também priorizará o BB e a Caixa e depois as outras instituições.

Para quem possui registro nos bancos públicos, o valor será concedido por meio de um depósito. A quantia deverá ser sacada nos caixas eletrônicos ou utilizada como débito automático.

No entanto, o governo reforça para que a população evite superlotação nas agências, para que não haja proliferação do vírus do Covid-19.

Já para quem não apresenta conta em nenhuma instituição, o valor será ofertado por meio de um cartão especial, desenvolvido pelo próprio governo federal, que permitirá o saque em qualquer caixa.

O serviço funcionará como uma espécie de conta poupança digital, que não solicitará cobrança de taxas para nenhum dos beneficiários. Para poder utilizar a quantia, os brasileiros poderão fazer TED gratuitas para qualquer banco de seu interesse.

Os inscritos no Bolsa Família fazem o saque do auxílio de R$600 a partir do dia 16 de abril, conforme o calendário do mês.

Valor por família

O benefício será de R$ 600 por pessoa. No entanto, as famílias poderão acumular até R$ 1.200 tendo em vista a presença de dois responsáveis. Já para os lares com homens e mulheres solteiras, que tenham dependentes, a quantia será unificada sendo ofertados a R$ 1.200 para os mesmos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA