Covid-19: governo inicia pacote de medidas emergenciais

Todos estão sofrendo com as consequências da pandemia do Covid-19, mas sem dúvidas os trabalhadores informais são o lado mais vulnerável nesta história. Com a recomendação de isolamento social, os trabalhadores se viram da noite pro dia sem seus clientes. Existem também muitos funcionários formais que infelizmente perderam seus empregos. Como forma de ajuda a estas pessoas, foi lançado um auxílio emergencial de R$600 para estes trabalhadores.

Covid-19: governo inicia pacote de medidas emergenciais
Covid-19: governo inicia pacote de medidas emergenciais (Foto: Google)

Este auxilio anunciado pelo Congresso, pode chegar a até R$1.200 para lares onde as mulheres são as únicas responsáveis pela renda familiar.

Leia Mais: Coronavírus: pandemia é gatilho para possível maior crise econômica da história

Enquanto a confirmação oficial da distribuição deste auxílio não chega, já existem outros programas de distribuição de dinheiro público anunciados pelo governo voltados para este momento critico que enfrentamos atualmente.

Uma delas é o saque-aniversário, onde é possível receber de 5% a 50% das contas do FGTS, se o trabalhador tiver saldo. O saque fica a critério do cotista e pode ser retirado todos os anos. Para aderir é necessário acessar o aplicativo do FGTS ou o site da Caixa.

Outra medida anunciada foi antecipação para o mês de junho do início do calendário do abono do PIS que será colocada em prática em breve. No momento o calendário atual ainda é válido.

Este beneficio é para os trabalhadores cadastrados há pelo menos cinco anos no PIS/PASEP e que tenham trabalhado de modo formal por no mínimo 30 dias no ano de de 2018. O salário máximo mensal também deve ter sido de dois salários mínimos.

Este valor do abono vai de R$88 a até R$1.045 e depende da quantidade de dias trabalhados durante o ano-base 2018. O período para o saque vai até 30 de junho.

Também aconteceu a antecipação do 13° salário para os aposentados, pensionistas e pessoas que são beneficiarias do auxílio-doença do INSS. A antecipação acontece em duas parcelas que serão pagas em abril e maio e cerca de 35 milhões de pessoas irão recebê-lo.

Leia Mais: Preço dos combustíveis alcança nível impressionante para o consumidor

A torcida é para que todas as medidas anunciadas e também as já em pratica, consigam de fato ajudar os brasileiros a enfrentar esse momento crítico.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA