Muitos trabalhadores estão parados devido quarentena do coronavírus. Se por um lado isto é importante para manter a saúde própria e dos familiares, a preocupação com as contas mensais têm também tirado o sono de muita gente. Mas se você é cliente do Banco Inter, saiba que terá 60 dias sem juros para pagar sua fatura.

Fatura do Banco Inter será prorrogada por 60 dias
Fatura do Banco Inter será prorrogada por 60 dias (Foto:Google)
publicidade

O Banco Inter aumentou o prazo para o pagamento das faturas de cartão de crédito dos clientes que contam com limite de até 4 mil reais, e que estiverem com as faturas anteriores até o dia 04/04/2020 devidamente pagas. O prazo será de até 60 dias sem cobrança de juros e outras taxas.

Leia Mais: Coronavírus: agricultores pedem nova data para pagamento das dívidas

Outras medidas tomadas para que se evite a contaminação pelo coronavírus é a criação de canais de atendimento exclusivos por telefone e chat para os idosos, que vai operar de um modo mais simples e ágil.

Cashback em dobro

Os clientes que realizarem compras dentro do aplicativo Super App do Banco Inter, receberão cashback em dobro. Com isso as saídas de casa serão minimizadas e os clientes terão ainda mais vantagens.

Boletos do Banco Inter TEDs para as empresas

Os cliente pessoa jurídica e os microempreendedores individuais (MEIs) terão direito aos boletos em dobro e TEDs gratuitos. Nos próximos dois meses serão 200 TED e boletos disponíveis sem custo adicional.

Com isso, o Banco Inter se une as iniciativas dos outros cinco maiores bancos que operam no Brasil, fornecendo maiores prazos de pagamento das dívidas. O fato inédito é o que se refere as faturas de cartão de crédito, nenhum outro banco se pronunciou sobre esse assunto.

Os donos dos bancos Inter e MRV Engenharia (Rubens Menin e Rafael Menin) fizeram uma recente doação de R$10 milhões para ajudar os brasileiros acometidos com o coronavírus. O dinheiro será direcionado para a compra de respiradores em Minas Gerais. Cada aparelho tem o custo de R$100 mil, em média.

Leia Mais: Consequências do coronavírus nos países mais ricos e mais pobres do mundo

Neste período complicado, todas as ações realizadas em prol de evitar a proliferação da Covid-19 são bem vindas.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.