Saque do FGTS de R$998 vira opção para enfrentar crise do coronavírus

Muitas pessoas estão precisando de dinheiro pra enfrentar esse momento difícil causado com a doença do Covid-19. Uma boa saída é que o saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) ainda está disponível. Se você ainda não recebeu, o prazo vai até o final deste mês.

Saque do FGTS de R$998 vira opção para enfrentar crise do coronavírus
Saque do FGTS de R$998 vira opção para enfrentar crise do coronavírus (Imagem: Reprodução/Google)

Não existe por enquanto nenhuma alteração no prazo para que os saques possam ser feitos, mesmo diante da pandemia. Qualquer alteração depende de regulamentação do governo.

Leia Mais: Comércio pede socorro com prorrogação do IRPF e adiantamento do FGTS

Claro que neste momento é muito mais recomendável que o recebimento do dinheiro seja pelo “aplicativo FGTS”. Ele permite a transferência do valor para uma conta bancária em qualquer banco sem cobrança de encargos.

O app está disponível para Ios e Android. Será necessário um cadastro para o acesso ao sistema, usando o número do PIS e CPF.

Os saques continuam disponíveis em casas lotéricas, caixas eletrônicos da Caixa e agências do banco. Mas não é a melhor forma de receber o dinheiro devido a possível concentração de pessoas que acabam facilitando a contaminação pelo coronavírus.

Como fazer o saque do FGTS

  • Valores de até R$ 100 por conta: saque será feito nas lotéricas, com CPF e documento de identificação.
  • Valores de até R$ 998 por conta: saque nas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui, com documento de identificação e Senha Cidadão ou Cartão Cidadão e senha. Caso não possua o Cartão do Cidadão, poderá sacar nos caixas eletrônicos da Caixa utilizando o CPF e a Senha Cidadão. Em caso de saque na agência, deve apresentar documento de identidade com foto, número do CPF ou Cartão Cidadão e senha.
  • Transferência para outros bancos: nos saques feitos na agência, a Caixa não cobrará tarifa quando o trabalhador optar por transferir o valor do saque para outras instituições financeiras. A transferência pelo app também não terá cobrança de tarifas.

Inicialmente, o governo organizou um calendário de saques de até R$500 por conta vinculada ao FGTS. Depois resolveu liberar a retirada total das contas para quem até 24 de julho de 2019 tinham um saldo de R$998.

O valor complementar já está disponível desde 20 de dezembro do ano passado, inclusive para as pessoas que já tinham sacado o valor de até R$500 de cada conta vinculada com o FGTS.

Dia 31 de março é o prazo final para o saque de até 500 reais e também para o valor extra de até R$998. Ou de R$498 para os trabalhadores que já retiraram os primeiros R$ 500.

Leia Mais: 13° dos aposentados define data para pagamento das parcelas; confira calendário!

Para confirmar quanto poderá receber, acesse o site da Caixa ou o aplicativo FGTS e informe o CPF, número do NIS, PIS ou PASEP e a data de aniversário. O telefone 0800 724 2019 também esta a disposição para solucionar as dúvidas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA