PONTOS CHAVES

  • Valores do saque-imediato variam podendo chegar a R$998
  • Podem receber todos aqueles que têm saldo positivo no fundo
  • Saque acontece nas agências Caixa e casas lotéricas
  • Limite finaliza no dia 31 de março 

O prazo para a retirada do dinheiro do saque imediato do FGTS esta terminando. Dia 31 deste mês é a data final para a retirada e cerca de 37% dos trabalhadores que têm direito ao saque de até R$998, ainda não o realizaram, o que corresponde a 36 milhões de pessoas.

Saque imediato do FGTS: R$500 a R$998 estão disponíveis! Veja como receber
Saque imediato do FGTS: R$500 a R$998 estão disponíveis! Veja como receber (Foto: Reprodução Google)
publicidade

De acordo com a Caixa Econômica, até o dia 24 de março foram sacados mais de R$28 bilhões de uma média de 60 milhões de trabalhadores. São 96 milhões de trabalhadores ao todo que têm direito ao saque-imediato. Isto significa que 63% deles já fizeram seu saque.

Leia Mais: FGTS: novo projeto propõe saque total para afetados com Covid-19

Por enquanto não existe nenhuma previsão de extensão do prazo para retirar o dinheiro nesta modalidade, e qualquer mudança que possa ser feita, depende de uma alteração na lei.

O saque-imediato permite que o trabalhador possa retirar até R$998 de cada conta do FGTS, ativa (conta do atual emprego) ou inativa (empregos antigos).

Valor do saque

O que define o valor a ser sacado é a quantidade de dinheiro que havia na conta do trabalhador no dia que a medida provisória responsável por liberar o dinheiro passou a vigorar.

  • Quem tinha até R$ 998 na conta em 24 de julho de 2019 pode sacar todo o dinheiro da conta.
  • Quem tinha mais de R$ 998 na conta de 24 de julho de 2019 pode sacar R$ 500 da conta.

Trabalhadores que já sacaram R$500 podem ter direito a sacar adicional

O limite de saque maior no valor de até R$998, passou a valer em dezembro. A esta altura, muitas pessoas já tinham sacado os R$500 liberados anteriormente. Com isso, é possível que esses trabalhadores possam sacar um valor complementar de até R$498.

Como mencionado, o prazo máximo para a retirada é 31 de março. Caso o trabalhador não faca o saque, o dinheiro retorna para o fundo de garantia, o que vai restringir sua retirada a apenas algumas opções, como compra de casa própria ou aposentadoria.

Transferência do saque imediato do FGTS

Agora o trabalhador pode transferir o dinheiro do FGTS para qualquer conta bancária de qualquer banco sem cobrança de taxas. A transferência é feita pelo aplicativo FGTS (baixe na loja de aplicativos do seu celular Android ou iPhone).

Isto vale até mesmo tanto para o trabalhador que ainda não sacou nenhum valor e para os que vão sacar o valor adicional. Não é cobrado nenhuma quantia adicional, e o saldo caí em 5 dias úteis.

Formas de sacar e documentos necessários

Como todos sabemos, estamos atravessando um difícil momento diante da pandemia do coronavírus. Por conta disso fazer uso do do Aplicativo do FGTS é o mais recomendado no momento. Porém, os outros canais a disposição são:

  • Lotéricas: até R$ 100 com documento de identidade; até R$ 998 por conta com senha do Cartão do Cidadão e documento de identidade
  • Caixas eletrônicos: até R$ 998 por conta com senha do Cartão do Cidadão
  • Agências da Caixa: até R$ 998 por conta com documento de identidade
  • Correspondentes Caixa Aqui: até R$ 998 por conta com documento de identificação, Cartão do Cidadão e senha do cartão

Tenha em mãos a carteira de trabalho para que o atendimento seja mais rápido. A transferência para outros bancos, assim como acontece pelo aplicativo, não terá cobranças de taxa.

Consulta ao saldo disponível

Antes de fazer o saque é preciso saber quanto dinheiro o trabalhador tem disponível em suas contas. Para esta consulta acesse o site da Caixa ou utilize o aplicativo FGTS. Se o trabalhador não tiver um cadastro prévio, deverá fazê-lo antes de consultar seu saldo. Apos o cadastro, ele terá acesso ao sistema.

Como autorizar o saque para correntistas da Caixa

Trabalhadores correntistas ou com conta poupança conjunta na Caixa que ainda não autorizaram o depósito, é possível fazer isso pelo internet banking da Caixa, aplicativo do FGTS, site do FGTS, telefone 0800 724 2019 ou direto em uma agência.

Após feita a autorização, os valores do FGTS devem cair na conta em até 20 dias, de acordo com a Caixa.

No caso de trabalhadores que tem conta poupança individual na Caixa, o dinheiro é depositado na conta de forma automática.

Trabalhadores com poupança na Caixa e que não querem sacar

Se caso o trabalhador não queria fazer o saque e prefere que o dinheiro fique no FGTS, precisa avisar o banco até 30 de abril de 2020. Este aviso pode ser feiro pelo App FGTS, pelo internet Banking ou o site do FGTS.

Leia Mais: Coronavírus: Auxílio emergencial de R$ 600 é aprovado no Congresso

Data Limite do saque imediato FGTS

Para finalizar lembramos então que a data máxima para o saque é o dia 31 de março. Caso o saque não seja feito, o dinheiro não será perdido. O valor retorna para o FGTS.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.