Doria anuncia R$218 milhões para combater crise em 80 municípios de SP

Por conta do avanço do coronavírus, o governo de São Paulo administrado por João Doria decidiu que vai repassar, a partir do dia 3 de abril, um total de R$218 milhões para 80 municípios que possuem mais de 100 mil habitantes.

Dória anuncia R$218 milhões para combater crise em 80 municípios de SP
Doria anuncia R$218 milhões para combater crise em 80 municípios de SP (Imagem:Reprodução/Google)

De acordo com o João Doria (PSDB), as cidades escolhidas servirão como referência médico-hospitalar do Centro de Contingência do Coronavírus no interior do estado. 

Leia Também: Doria promete R$55 aos alunos da rede pública para substituir merenda escolar

“O dinheiro deverá ser usado integralmente pelas prefeituras. Há mecanismos de controle e acompanhamento por parte do governo do estado de São Paulo para ajudar no combate à covid-19 e no atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social”, diz Doria.

Marco Vinholi, o secretário de Desenvolvimento Regional, não descartou a possibilidade de construção de hospitais de campanha no interior do estado. 

A capital também receberá um repasse, o anúncio com mais detalhes será feito hoje (27). A ajuda financeira para às cidades com menos de 100 mil habitantes será anunciada na próxima segunda-feira (30).

“Sabemos que, em São Paulo, nós estamos seguros de estarmos tomando medidas corretas e certas para proteger vidas. Em seguida, proteger a economia, o emprego e as condições que nos permitirão sair da crise e voltar a crescer”, disse o governador.

Ele afirmou esperar que ao longo das próximas 72 horas, o governo federal anuncie apoios aos governos, principalmente para os micro empreendedores e no campo de proteção social. “Essa foi a promessa do presidente Jair Bolsonaro”, diz.

No Alto Tietê, região metropolitana de São Paulo, os municípios que se encaixam no perfil e que devem receber a verba são: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano. As cidades que serão contempladas e o valor destinado a cada uma delas ainda não foi divulgado.

Outras ações

O Hospital Albert Einstein, a prefeitura e o estado estão investindo esforços no hospital de campanha que está sendo montado no estádio do Pacaembu. A medida é para reforçar a equipe médica que vai atuar contra a pandemia do coronavírus no Estado de São Paulo.

O espaço está sendo erguido por 80 funcionários, terá cerca de 6,3 mil m² e está prevista para terminar em até 10 dias. 

Conforme o informado pela prefeitura, mais de 1.800 leitos serão colocados no Complexo do Anhembi, localizado na Zona Norte da capital. 

Leia Também: Imposto de Renda 2020: prazo de entrega, restituição e todas as novidades deste ano

No total, os dois hospitais de campanha terão capacidade de abrigar 2.200 leitos para receber os pacientes que foram contagiados pelo coronavírus, mas que seus casos sejam de complexidade baixa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA