publicidade

Salvador, capital da Bahia, modificou o atendimento do Bolsa Família ao público. Desde a última semana, as unidades assistenciais para os cadastrados do projeto estão sem receber a sociedade. A medida foi tomada devido a expansão do Covid-19 que vem ocupando todo o território nacional. A partir dos próximos dias, quem precisar de esclarecimentos quanto ao recebimento dos auxílios deverá ir até as unidades de regime especial ou se informar por meio das plataformas digitais.

Atendimento do Bolsa Família na Bahia está paralisado em combate ao Covid-19 (Foto: Reprodução - Google)
Atendimento do Bolsa Família na Bahia está paralisado em combate ao Covid-19 (Foto: Reprodução – Google)
publicidade

Além dos cadastrados no Bolsa Família, os segurados do Benefício de Prestação Continuada (BPC) também ficarão sem atendimento presencial. Segundo a gestora da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos, trata-se de uma ação de segurança tanto para os servidores quanto para a população.

Leia também: Pagamento do Bolsa Família em dobro! Deputado sugere medida contra crise

Ela reforça que, no atual cenário, é preciso que os órgãos tomem medidas de prevenção, de modo que evite uma proliferação ainda maior da doença. No entanto, no que diz respeito ao funcionamento da secretaria, Paula alega que o atendimento será redobrado nos canais digitais.

“Com muita responsabilidade, tratamos esse momento, que será determinante para minimizarmos o impacto que a doença terá na nossa cidade. Antecipamos as ações de prevenção antes mesmo do decreto do prefeito ACM Neto, com o objeto de contribuir para diminuir as transmissões”, disse.

Novo cronograma de atendimento do Bolsa Família e mais

Durante esse período, as unidades que prestam atendimento do Bolsa Família, BPC, Cadastro Único e tudo o que envolve a assistência social, passarão a atuar por meio de um regime especial.

A ideia é que a quantidade de pessoas possam ser redistribuídas para evitar aglomerações. Confira o funcionamento abaixo:

Gerência Geral do Cadastro Único (GGCU)

Na central, o atendimento para o Bolsa Família e o BPC ficarão suspensos temporariamente. Porém, quem quiser informações sobre o auxílio funeral, deverá entrar em contato pelo WhatsApp ou ligação através do número 99623-2915.

Já aqueles que desejarem saber sobre o auxílio moradia, as atividades funcionarão presencialmente, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, no Centro Unificado de Inclusão, Desenvolvimento, Assistência e Referência Social (Cuidar), na Rua Miguel Calmon, 28, Comércio.

Diretoria de Proteção Social Básica (DPSB)

Quanto ao plantão de atendimento dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), esse acontecerá de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h, em diferentes polos.

Leia também: Calendário INSS: próximo pagamento começa essa semana!

Diretoria de Proteção Especial (DPSE)

Quem precisar ir até os Centros de Referência Especializados da Assistência Social (CREAS), deverá ser atendido de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.

Já nos Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centros POP), os horários são mais cedo, ficando das 7h às 17h. Por fim, no Serviço Especializado para Pessoas com Deficiência (Centro Dia), a acolhimento acontecerá diariamente, sendo especifico para a entrega de cestas básicas e faltas.

COMENTÁRIOS

Maria Eduarda Andrade, mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.

VEJA TAMBÉM