A diminuição na circulação de pessoas nas ruas motivou o varejo precisou se reinventar. Nesta semana, os pagamento realizados por meio do link da adquirente Cielo aumentaram em 200%. 

Cielo: nova opção de pagamento cresceu 200% em semana turbulenta
Cielo: nova opção de pagamento cresceu 200% em semana turbulenta (Imagem:Reprodução/Google)
publicidade

Nesta modalidade, o vendedor não precisa da maquininha para fazer a venda, basta enviar o link para que a compra seja paga.

Leia também: Coronavírus: Declaração do IR 2020 pode sofrer adiamento de 1 mês

Esse serviço foi criado pensando no pequeno empreendedor, que não possui estrutura própria de e-commerce. O pagamento por meio de link está disponível desde o mês de outubro do ano passado e pode ser obtido no aplicativo Cielo Pay. 

Nele, é possível gerar um QR Code no celular, emitir boletos e criar links de pagamento, que podem ser compartilhados em redes sociais como Whatsapp.

Em entrevista ao jornal o Exame, a diretora de Marketing da Cielo, Simone Cesena, comentou sobre essa alternativa.  

“A solução já existia, mas a necessidade fez aumentar a demanda. A pessoa acostumada a lidar só com o balcão teve que fazer a transformação digital do negócio”, diz.

De acordo com a Cielo, a crise já é sentida pelo varejo, até o dia 19 de março a queda no faturamento era de 5,4% em comparação com fevereiro.

Já nos setores de bens duráveis, como vestuário, móveis, materiais de construção, a queda foi de 8,3%. 

Os serviços como turismo, transporte, bares e restaurantes, autopeças, o impacto causado pelo vírus foi maior, fazendo com que o faturamento caísse em 25%.

A Cielo decidiu ajudar os empreendedores a repensar a sua estratégia de venda em tempos de crise. Em parceria com o Sebrae, foi lançado um guia especial nas redes sociais e no site sobre cuidados financeiros. 

A ideia é manter um diálogo constante para conseguir aplacar as principais dúvidas. “Nós queremos despertar um olhar diferente no varejo, trazer dicas criativas para o empreendedor se reinventar, sempre existe alguma demanda, ainda que reduzida”, diz Simone, que lidera a iniciativa.

Leia também: VAGAS ABERTAS: 400 oportunidades para profissionais da saúde

Nos próximos dias, a empresa planeja distribuir conteúdos em seus canais de como o empreendedor pode fazer listas de transmissão no Whatsapp; como proceder para criar um Instagram para seu negócio e como anunciar seu produto digitalmente.

COMENTÁRIOS

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.