FAKE! INSS não vai suspender aposentadoria dos idosos flagrados na rua

Nos grupos de Whatsapp e em redes sociais, está circulando uma mensagem de ameaça de suspensão da aposentadoria de pessoas acima de 60 anos que estiverem nas ruas durante o período de recomendação de precaução ao coronavírus. No entanto, essa informação é falsa, segundo afirmou o INSS. 

FAKE! INSS não vai suspender aposentadoria dos idosos flagrados na rua
FAKE! INSS não vai suspender aposentadoria dos idosos flagrados na rua (Imagem: Reprodução / Google)

A notícia falsa que está circulando é a seguinte:

“De acordo com a Medida Provisória nº 922/ 18 de março de 2020, o cidadão acima de 60 anos que estiver na rua a partir do dia 20/03/2020, terá sua aposentadoria suspensa por tempo indeterminado. Filhos e netos acima de 18 anos serão responsabilizados com multa de R$ 1.045,00 (Mil e quarenta e cinco reais). Essa medida foi feita para assegurar a saúde pública/privada da ameaça atual do COVID19″.

Leia também: FAKE NEWS: Bolsa Família não adiciona R$470 na parcela para combate à crise!

A medida citada na mensagem, foi assinada em 28 de fevereiro deste ano e não mais no dia 18 deste mês, conforme anuncia a informação falsa. 

Por meio do seu site oficial, o INSS informou em nota que essa informação é fake e instruiu os segurados apenas sobre os períodos de suspensão das agências por conta do coronavírus. 

A ideia de suspender os atendimentos presenciais em 15 dias, foi uma das medidas de prevenção a proliferação do vírus. Por enquanto, os segurados terão acesso aos serviços do INSS por meio da Central Telefônica 135, que funciona de segunda a sábado de 7h às 22h. E no site Meu INSS.

O Ministério da Economia reforçou que a mensagem é falsa. E alertou que qualquer informações a respeito de benefícios e pagamentos vindos do governo, devem ser checadas em fontes seguras. Como, o site do INSS, as agências o telefone de atendimento.

Leia também: Nova modalidade de saque do FGTS será anunciado essa semana

A pasta reconhece que os idosos, a maioria aposentados, são o grupo de maior risco no contagio ao coronavírus. Até dia 22 de março, pelo menos 25 pessoas haviam morrido por conta do Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde, a maioria idosos acima de 60 anos.

No entanto, não cabe ao poder público restringir a circulação dos populares ou puni-los por suas ações. O convite à quarentena é reforçado diariamente pelo governo, mas não é uma obrigação.

“Recomendamos o isolamento, principalmente para pessoas em grupos de risco, mas não existe essa determinação” afirma o Ministério da Economia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA