Dólar hoje: Veja quanto a moeda americana alcançou nesta segunda-feira (23)!

Expansão do coronavírus segue ocasionando variações na economia. Nessa segunda-feira (23), o dólar sofreu mais uma alta. Mediante a rejeição de acordos políticos que têm como finalidade conter o atual cenário, a moeda americana elevou em cerca de 1,7% sendo comercializada por R$ 5,11 em sua versão comercial e R$ 5,40 para turismo. Segundo especialistas, as previsões seguirão instáveis pelas semanas seguintes.

Dólar hoje: Veja quanto a moeda americana alcançou nesta segunda-feira (23)! (Imagem: Reprodução - Google)
Dólar hoje: Veja quanto a moeda americana alcançou nesta segunda-feira (23)! (Imagem: Reprodução – Google)

Eles alegam que o motivo do novo reajuste deve ser relacionado a negação do Senado americano ao receber um pacote de cerca de R$ 2 trilhões para minimizar os impactos do coronavírus. Mediante a escolha, a valorização da moeda ficou ainda mais elevada, tornando-a mais cara.

Leia também: Dólar nas alturas: como isso afeta o seu bolso?

No mercado exterior, o dólar segue em alta comparada às demais moedas. Jason Vieira, economista chefe da Infinity Asset, explica que as divisas emergentes, como o peso mexicano e a rúpia indicana intensificam ainda mais esse encarecimento.

“O dólar está batendo frente aos emergentes e o Brasil está bem no meio desse movimento, com os efeitos locais relativamente diluídos”, afirmou, relembrando que há também uma queda de 0,9% no índice Dxy, estatística que mede o desempenho da moeda com os demais países desenvolvidos.

Último balanço do dólar

Ainda no começo da manhã, assim que foram abertas as negociações, o dólar apresentou uma queda mínima, logo após o anuncio do governo federal sobre as medidas de contenção da crise.

Com a liberação de verbas, aceitação e facilitação de empréstimos para pequenas e grandes empresas e a recompra de títulos, a moeda foi tendo seu valor reajustado.

Leia também: Força tarefa do INSS é prejudicada com encerramento das atividades

No entanto, a situação logo foi alterada levando em consideração o posicionamento do governo americano e as variações da taxa Selic que estava em 0,5 ponto e foi alterada para 3,75% ao ano.

Mediante a esse cenário, os investidores precisam se manter atentos pois há uma possibilidade de empréstimo, financiado pelo poder público, de até 450 bilhões de dólares para nove países, incluindo o Brasil.

“Isso vai dar uma entrada de dólares a mais. Tudo isso ajuda a refrescar o câmbio”, afirmou Vanei Nagem, analista de câmbio da Terra Investimentos, reforçando que é preciso esperar os desdobramentos parlamentares para as próximas previsões.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA