Precisa do auxílio doença do INSS? Veja todas as informações

Se por algum motivo de doença ou acidente, o trabalhador precise ficar afastado por mais de 15 dias das suas funções, será necessário requerer o auxílio doença do INSS. Você sabe o que preciso para essa solicitação? Saiba aqui.

Precisa do auxílio doença do INSS? Veja todas as informações
Precisa do auxílio doença do INSS? Veja todas as informações (Foto: Google)

Para começar, o primeiro passo é marcar uma perícia médica através do site Meu INSS, pelo telefone 135 ou também pelo aplicativo disponível para IOS e Andoid.

Leia Mais: Agências do INSS diminuem tempo de atendimento e evitam aglomerações

Para fazer o agendamento será perguntado em qual agência e horário o segurado prefere para a realização da perícia. Todas essas informações devem ser bem definidas.

Chegando o dia agendado é aconselhado levar todos os documentos médicos relacionados ao problema de saúde, como por exemplo: laudos médicos, atestados que declarem a incapacidade para o trabalho, exames e receitas de farmácias.

Os documentos solicitados para dar entrada no auxílio doença do INSS, são:

  • Documento de identificação oficial com foto
  • Número do CPF
  • Carteira de trabalho, carnês de contribuição ou outros documentos que comprovem pagamento ao INSS
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento, como atestados, exames e relatórios médicos
  • Declaração assinada pelo empregador, que informe a data do último dia trabalhado

Segundo a avaliação do médico perito, ele irá determinar o tempo de afastamento do paciente.

E ainda, se o segurado sentir que o tempo de afastamento não foi suficiente para sua total recuperação, ele poderá pedir a prorrogação do auxílio nos últimos 15 dias antes da alta.

Para fazer o pedido de prorrogação, acesse novamente o site Meu INSS, o app ou o telefone 135. O paciente passará por nova avaliação médica que irá apontar a necessidade de dias extras de afastamento.

Leia Mais: Vagas de emprego em Macapá: confira lista com os cargos

O segurado que não obtiver a concessão do auxílio-doença o na perícia do INSS pode recorrer da decisão no próprio instituto em até 30 dias após a negativa.

Isso é valido também para os casos de segurados que acharam que a avaliação não foi feita de forma correta. Podendo também, se preferir, entrar na Justiça para pedir o benefício.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA