Bolsa alimentação vai dar assistência financeira aos alunos da rede pública

A pandemia causada pelo coronavírus está atingindo toda a sociedade nos últimos dias, principalmente a parcela mais vulnerável. O Bolsa Alimentação, foi um programa criado de forma emergencial para compra de alimentos enquanto durar a suspensão das aulas no sistema publico.

Bolsa alimentação vai dar assistência financeira aos alunos da rede pública
Bolsa alimentação vai dar assistência financeira aos alunos da rede pública (Imagem: Reprodução / Google)

Criado pelo Governo do Distrito Federal, o Bolsa Alimentação foi liberado na última quarta-feira (18), e pode ser usado pelas famílias dos estudantes que já recebem o cartão material escolar.

A validade dos créditos é de 15 dias, que é a previsão inicial de paralisação das aulas causada pelo coronavírus. Caso este período aumente, o programa continuará ativo.

Leia Mais: Pagamento do Bolsa Família para março já começou! Veja como receber

Para os alunos que fazem uma refeição na escola será liberado R$ 59,70 para os quinze dias de suspensão. No caso de duas refeições, para que fica na escola em período integral, consequentemente a quantia será dobrada.

Os valores são referentes à refeição, ou seja, almoço e/ou janta. A família vai receber por cada um dos filhos matriculados na rede pública, com os valores calculados de acordo com o número de refeições feitas por aluno matriculado.

O investimento no programa será de R$6,5 milhões e vai beneficiar 69.848 famílias que possuem 106.435 estudantes. O fundo para o programa vem do orçamento a merenda escolar.

As famílias que recebem o benefício do do cartão material escolar regularmente cadastradas no Bolsa Família estão incluídas neste novo programa emergencial.

Se algum beneficiário não receber imediatamente terá o crédito retroativo, nos próximos dias, pelo período completo previsto pelo decreto nº 40.520, de 14 de março.

Os beneficiários do cartão material escolar do último lote, com pagamento previsto para 25 de março, vão receber neste momento somente o crédito pelo Bolsa Alimentação, como todos os demais beneficiários.

Foi desenvolvido nos últimos dias, pela equipe técnica do BRB, um aplicativo que vai permitir o uso ao mesmo tempo dos dois benefícios. Com isso, não é mais preciso, como foi pensado no início, zerar uma finalidade para aproveitar a outra.

No momento da compra, o cartão vai oferecer as duas possibilidades. Dai é só escolher a opção que desejar no momento. O aplicativo também oferece a possibilidade de consulta dos créditos de ambos os programas.

Leia Mais: Novas regras para reembolso de passagens aéreas começam a valer

O cartão poderá ser usado em qualquer estabelecimento, como supermercados, mercados, mercadinhos de bairros, restaurantes e padarias para a realização de compras de mantimentos. Para material escolar, só será aceito na rede de papelarias credenciadas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.