Atenção! Bancos vão mudar horário de atendimento

Como medida preventiva para combater a propagação do coronavírus, o Banco Central declarou nesta quinta-feira (19) que todos os bancos realizem ajustes nos horários de atendimento ao público.

Bancos precisarão ajustar horário de atendimento por ordem do BC (Reprodução/Internet)
Bancos precisarão ajustar horário de atendimento por ordem do BC (Reprodução/Internet)

A medida tem validade enquanto durarem os efeitos da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Ainda de acordo com a recomendação, os clientes deverão utilizar preferencialmente os diferentes canais digitais disponíveis.

Leia Também: Prorrogação de dívidas: saiba como pedir seu direito nos grandes bancos

A orientação é de utilizar o internet banking e aplicativos para smartfones. Só será possível recorrer aos caixas eletrônicos em últimas vias. Desta forma, entende-se que deverá ir ao banco apenas para realizar transações essenciais, como saque de dinheiro, pagamento de contas ou transferência de recursos.

“O BC, em conjunto com as instituições financeiras, está trabalhando em planos de contingência para facilitar que todos os serviços essenciais sejam prestados à sociedade”, destaca o Banco Central.

É necessário também que os bancos informem seus clientes sobre os novos horários de funcionamento das suas agências. Além disto, outras medidas emergenciais também devem ser tomadas.

Já a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) destaca que as agência continuarão abertas em alguns locais do país, mas com atendimento de público reduzido. Ela ainda destaca que, quando necessário, deverá suspender os serviços em algumas localidades.

Desta forma, a orientação é de informar os clientes sobre os novos horários de atendimento e, também, detalhar adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais.

Leia Também: Pente fino do BPC ganha nova data depois de prorrogação

A Febraban destaca que é possível “por meio do celular e internet, os usuários podem fazer, com segurança, pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências financeiras, agendamento de pagamentos e contratação de serviços e empréstimos, entre outros”, pontua.

Ainda é relembrando que há a possibilidade de realizar uma série de ações através da rede de autoatendimento (ATMs) do país que conta com 170 mil terminais para saques e depósitos. É importante pontuar que a Febraban destaca que estes locais estão com processos de higienização intensificados.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.