Crise do Bolsa Família afeta drasticamente as mulheres

Iniciada desde o ano passado, crise no Bolsa Família faz com que as mulheres sejam as mais afetadas. Uma reportagem especial da Folha de São Paulo apresentou a realidade de uma série de mães que tiveram seus benefícios cortados sem aviso prévio. Segundo a maioria delas, ao entrarem em contato com a equipe administrativa do programa, foram informadas de que não há previsão de retorno.

Crise do Bolsa Família afeta principalmente as mulheres (Foto: Google)
Crise do Bolsa Família afeta drasticamente as mulheres (Foto: Google)

A redução dos auxílios vem sendo realizada desde o início da gestão do atual presidente Jair Bolsonaro. Ao assumir seu cargo, o parlamentar informou que sua equipe começaria a realizar uma espécie de investigação nos dados registrados no Cadastro Único, tendo como objetivo reduzir o número de fraudes no programa.

Intitulada de ação pente-fino, a medida resultou no desligamento de milhares de famílias, no entanto muitas questionam os motivos, afirmando que suas informações condizem com as regras exigidas para ser um beneficiário.

Leia também: Regras do Bolsa Família são reforçadas pela prefeitura de Andradas; confira!

É o caso da auxiliar de limpeza, Eureni, moradora da cidade de São Paulo que cedeu entrevista à Folha.

Mãe de duas meninas, a paulistana contava com os R$ 178 do projeto para ajudar na despesa das crianças. Segundo ela, seu benefício foi cancelado enquanto tentou atualizar os dados. Ela afirma que acredita que o entrevistador tenha registrado seus dados errados propositalmente para que o pagamento fosse suspenso.

“Quando a mulher está gestante ou amamentando, deve receber um acréscimo. Em vez de receber, foi cortado”, alegou.

Mediante a situação, Eureni deu entrada em um processo judicial e vem mantendo as filhas com ajuda de familiares e colegas, tendo em vista que está desempregada. Enquanto aguarda o resultado, afirma que tem sido momentos difíceis, sem previsão de melhora.

Além dela, a reportagem apresentou a realidade de diversas mulheres que também tiveram os acréscimos da maternidade cortados. É válido ressaltar que, para as gestantes e lactantes o Bolsa Família oferece um auxílio extra, disponibilizado para mães e filhos, de modo que ajude no desenvolvimento da criança e recuperação da genitora.

O que diz o Ministério da Cidadania sobre a crise no Bolsa Família

Questionado, o ministério informou que os cancelamentos estão sendo realizados para garantir o melhor desenvolvimento do programa. Os gestores alegam que ao afastar os beneficiários com erros no cadastro, os cofres públicos terão mais recursos para poder aceitar novas famílias.

Leia também: Calendário de restituição do IRPF 2020 já tem datas definidas

No entanto, até mesmo a aceitação de cadastros está travada e sem previsão de retorno. Segundo Onyx Lorenzoni, atual ministro da cidadania, o programa só passará a receber novos beneficiários após a conclusão do pente fino.

Estima-se que a crise do Bolsa Família que impede novos inscritos, já tenha somado uma fila de pelo menos 3 milhões de pessoas aguardando aceitação.

E mais, novas investigações sobre os cuidados com o programa foram tomadas nessa semana quando deputados e senadores tiveram acesso aos dados que mostram a partilha dos benefícios feita de forma desigual.

No mês de janeiro deste ano, a região nordeste que ocupava a posição mais pobre no ranking de beneficiários, recebeu apenas 3% de novas entradas no programa. Enquanto Sul e Sudeste ficaram com 75%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA