Aprovado reajuste salarial para policiais e bombeiros no DF

Novidades foram compartilhadas nesta terça-feira (10) com o reajuste salarial para policiais civis, militares e bombeiros no Distrito Federal (DF). A decisão foi realizada pela Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), do Congresso Nacional.

Aprovado reajuste salarial para policiais e bombeiros no DF (Reprodução/Internet)
Aprovado reajuste salarial para policiais e bombeiros no DF (Imagem: Reprodução/Internet)

Mas, para valer, é necessário que o projeto ainda passe por apreciação dos deputados e senadores em uma sessão conjunta. A discussão inicial sobre o tema durou em torno de uma hora e o partido Novo foi o que se manifestou contrário ao reajuste.

Leia Também: Salário dos policiais de Minas pode aumentar 41,7% com novo projeto do governador

Além da apreciação, ainda seria necessário outro ato do Executivo, possivelmente uma medida provisória, segundo articuladores da pauta. Vale relembrar que proposta foi encaminhada pela Presidência da República no início do ano.

Em suma, as alterações incidem em uma recomposição de 25% sobre a Vantagem Pecuniária Especial (VPE) para os policiais militares e bombeiros. Já no caso dos integrantes da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o aumento será de 8% sobre o subsídio dos cargos.

De acordo com informações divulgadas, impacto total das medidas que fazem o reajuste salarial para policiais é de R$ 505 milhões por ano. Deste total, apenas R$ 364,29 milhões referem-se aos militares locais e outros R$ 140,68 milhões, aos policiais civis.

A plenária de decisão sobre o assunto teve a presença dos presidentes do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil (Sindepo), Rafael Sampaio, e do Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF), Rodrigo Franco.

Eles destacaram que estão satisfeitos com a decisão de aprovação PLN na CMO, mas precisam da rápida aprovação desse projeto pelo Congresso para possibilitar a recomposição salarial dos servidores.

Leia Também: IRPF 2020: lista com despesas médicas que podem ser inclusas

Quando questionado sobre os valores, Gaúcho pontua que o estimado de 8% ainda é pouco, mas trata-se de um início e ainda faltam algumas etapas e a meta é incluir na pauta do Congresso desta semana para que seja aprovado e a Presidência edite, de forma rápida, a medida provisória.

A categoria solicita mudança para que valores de salário sejam equiparados ao da Polícia Federal. Com isto, o reajuste final seria de 37%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA