Reajuste do MEI começa nos próximos dias; confira tabela!

Os Microempreendedores Individuais devem ficar atentos ao reajuste do MEI, isto é, na mudança no valor válida a partir do próximo dia 20 deste mês. Com as alterações, agora o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) terá um aumento de 4,1%.

Reajuste do MEI começa nos próximos dias; confira tabela! (Reprodução/Internet)
Reajuste do MEI começa nos próximos dias; confira tabela! (Imagem: Reprodução/Internet)

Desta forma, a DAS passará a ser entre R$ 53,25 (ocupações de comércio, indústria e transporte) e R$ 58,25 (exercícios mistos, com práticas tanto no comércio quanto na indústria). Para aqueles que atuam com prestações de serviço, as cobranças serão de R$ 57,25.

Leia Também: MEI vai fazer a declaração do IRPF 2020? Saiba aqui!

A atualização no valor irá interferir nos pagamentos com vencimento a partir do dia 20 deste mês. O reajuste segue o regulamentado pela definição do salário mínimo, no qual corresponde a uma inflação de 4,1%.

Para descobrir qual será o novo valor a ser pago, o contribuinte deverá aplicar o reajuste de 5% sob o salário mínimo.

Ainda é necessário adicionar R$ 1 correspondente ao ICMS e R$ 5 do ISS para as categorias que fazem esse tipo de cobrança. A empresa deve analisar se a atividade exercida tem incidência dos impostos; confira a tabela:

  • R$ 51,95 – Atividades predominantes de Locação de bens próprios, não incide ISS ou ICMS
  • R$ 52,95 – Atividades de produção ou revenda de mercadorias, com incidência do ICMS
  • R$ 56,95 – Atividades de prestação de serviços, exceto locação de bens próprios, incidência do ISS
  • R$ 57,95 – Atividades mistas onde o microempreendedor realiza a venda de produtos e prestação de serviços, com incidência de ICMS e ISS

Como realizar o pagamento com o reajuste do MEI

Para emitir a guia de pagamento é necessário que o contribuinte acesse o portal do empreendedor. Busque por “Já sou”, depois procure pela opção “Pagamento de DAS”. O boleto pode ser pago tanto online, quanto nas agências bancárias.

Leia Também: Pauta do Bolsa Família desorganiza votações no Senado

Com o documento atualizado, o empreendedor garante o direito a suas contribuições previdenciárias, além de se manter em dia com a Receita Federal por meio da prestação de contas do Imposto sobre Serviço (IS).

Ainda é possível realizar a emissão a partir do aplicativo MEI, o sistema permite acompanhar os débitos pendentes e emitir a DAS.

MEI

Aprovada em 2008, a lei que regulamenta a classificação passou a valer no ano seguinte. Atualmente 6 milhões de empreendedores deixaram a informalidade. Com a formalização, as operações de suas pequenas empresas são enquadradas dentro da lei.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.