Aposentadoria INSS: confira lista que pode atrasar a resposta do seu pedido

Contribuintes do INSS devem ficar atentos aos pontos que podem fazer com que a solicitação da sua aposentadoria demore ainda mais. Atualmente a fila de concessão dos benefícios atinge 2 milhões e a espera ultrapassa 45 dias. Para fugir dos problemas é necessário ter atenção.

Aposentadoria INSS: confira lista que pode atrasar a resposta do seu pedido (Reprodução/Internet)
Aposentadoria INSS: confira lista que pode atrasar a resposta do seu pedido (Imagem: Reprodução/Internet)

Um dos pontos mais importantes neste processo é de não errar o detalhamento do pedido. Além disto, há outra questão que especialistas alertam como o principal neste cenário. Que é de realizar o pagamento de contribuições atrasadas sem que haja a garantia de que o Instituto reconheça este período.

Leia Também: Aposentadorias do INSS representam mais de 25% do PIB em 693 cidades

Isto é importante pontuar para que não haja um gasto de dinheiro sem que o INSS reconheça o trabalho durante este período. É importante comprovar por meio de documentação que houve trabalho e descrição correta de serviços durante o período que não consta contribuição.

Outro ponto comum neste processo de solicitação é que os contribuintes ao colocarem o órgão na justiça para a concessão de benefícios, sob o judicie de ação trabalhista, garantem que tenha a inclusão deste período de trabalho na empresa julgada no cálculo da aposentadoria.

Neste caso, especialistas alertam que o vínculo não é automático. O segurado precisa pedir explicitamente ao INSS que esse tempo entre no cálculo e comprove o direito por meio de documentos.

Outro item incluí a comprovação de insalubridade e periculosidade que depende do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário), e qualquer erro que venha a ser pontuado durante todo o processo de solicitação poderá impedir a realização e concessão do benefício.

Leia Também: Fatura do cartão de crédito inicia cobrança do câmbio pela data da compra internacional

É importante destacar que antes de entregar o laudo médico em algumas situações, como a aposentadoria por invalidez, o trabalhador deverá checar se as informações estão corretas. Caso contrário, será necessário corrigi-las com a empresa, se for preciso, para garantir o direito.

Este ponto é destacado nas situações em que a empresa não preenche um campo e, se não constar, o INSS não reconhece a atividade prestada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA