Crédito imobiliário da Caixa ganha nova taxas de juros

A Caixa Econômica Federal anunciou no último dia 20 de fevereiro o lançamento de uma nova linha de crédito imobiliário com taxa de juros fixo. As contratações já podem ser feitas com juros de 8% a 9,75% ao ano, e depende do tempo de financiamento e do relacionamento do cliente com o banco.

Crédito imobiliário da Caixa ganha nova taxas de juros
Crédito imobiliário da Caixa ganha nova taxas de juros (Foto Google)

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse durante cerimônia de lançamento da nova linha de crédito, no Palácio do Planalto:

“Vamos permitir que as pessoas tomem empréstimos por 20 anos, 30 anos, sabendo desde o primeiro dia quanto elas vão pagar”, explicou.

Leia MaisSimule financiamento imobiliário com novos juros lançados pela Caixa

As condições valem para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80% do valor da propriedade.

O cliente terá a opção de escolher entre os sistemas de amortização SAC (com parcelas decrescentes), para contratos de até 360 meses, ou Price (parcelas fixas) para financiamento de até 240 meses.

No último ano, o presidente da Caixa adiantou a intenção do banco em adotar o crédito imobiliário pré-fixado. No dia 20 de fevereiro ele explicou que agora, os clientes têm três opções de contratação: com correção pela Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central; pela inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); ou sem correção

“O que nós queremos oferecer para a sociedade? Opções. Nós não queremos dizer para o cliente o que ele tem que fazer. Então, nós oferecemos o crédito por TR, oferecemos pela inflação, que neste governo está no nível mais baixo, e agora oferecemos sem inflação e sem TR”, disse o presidente.

O crédito habitacional com contratos corrigidos pela inflação foi adotado em agosto de 2019 pela Caixa. Nessa modalidade, os juros variam de 2,95% a 4,95%. Já pela TR, as taxas vão de 6,5% a 8,5%

Em seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as facilidades existentes atualmente do financiamento habitacional. “Quem podia pensar um dia alguém falar em crédito imobiliário com taxa fixa? Meu pai morou em 20 imóveis de aluguel. Não precisa falar que ficou inadimplente para mudar tanto assim. Hoje em dia não teria esse problema”, brincou.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que as medidas como as anunciadas pelo banco mostram que o governo está democratizando o acesso ao crédito, ao incluir “os brasileiros das camadas mais humildes” no financiamento imobiliário.

E ele afirma que isso só é possível porque as reformas estruturantes que estão sendo implementadas estão permitindo que os juros desçam e a economia comece a girar. Hoje, a taxa básica de juros, a Selic, está em 4,25% ao ano, o menor nível da história.

No ano passado, a Caixa concedeu R$ 26,6 bilhões em crédito imobiliário pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE), que têm recursos principalmente captados dos depósitos de poupança pelos bancos e outras instituições financeiras.

Leia Mais: INSS investiu nos servidores para diminuir fila de pedidos

Os clientes têm a opção de fazer simulações e saber mais sobre as modalidades de financiamento no site do banco.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA