eSocial muda data de divulgação sobre dados de empregabilidade no país

A divulgação sobre os dados da empregabilidade do país, vindo do eSocial, tem a data alterada. A modificação foi causada pela reformulação do sistema que reúne as informações de obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas por parte das empresas, encampada pelo governo federal.

eSocial muda data de divulgação sobre dados de empregabilidade no país (Reprodução/Internet)
eSocial muda data de divulgação sobre dados de empregabilidade no país (Foto: Reprodução/Internet)

De acordo com os dados, resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) sobre admissões de demissões de janeiro serão divulgados na segunda quinzena de março. O prazo diverge do comum estabelecido, no qual se tem conhecimento já no mês de fevereiro.

Leia Também: eSocial finaliza prazo de pagamento nesta sexta-feira; saiba o que incluir

Em contrapartida aos atrasos, Secretaria Especial de Previdência e Trabalho nega que há falhas no sistema e explica que o atraso na divulgação se deve a mudança no prazo máximo que os empregadores têm para repassar as informações sobre admissões e demissões. Anteriormente, o prazo era do dia 07 e hoje foi para o dia 15 de cada mês.

De acordo com a secretaria, a solicitação para o uso do sistema Caged, em detrimento ao eSocial para as informações foi pontual durante o ano passado. Desta forma, este movimento garantiu que haja uma geração e divulgação de informações mensais sobre emprego formal no país de forma tempestiva.

Ainda assim, observa-se que em janeiro é considerado um mês fraco em termos de geração de emprego em comparação aos demais do ano. Pontuando o mesmo período em 2019, foram criados 34,3 mil postos com carteira assinada. A expectativa é que o mês passado registre um saldo positivo entre 40 mil e 50 mil, devido aos preparativos para o carnaval.

Quando observado dezembro, mês em que há um aumento na geração de empregos, principalmente os temporários para atender o grande fluxo de lojas, os dados são um reflexo deste movimento. Pois foram fechadas 307,3 mil vagas por causa das rescisões dos contratos temporários.

Leia Também: Reforma administrativa pode mudar a carreira e salário dos servidores federais

Ainda está sendo esperado no relatório que será divulgado através dos dados do eSocial, o correspondente ao emprego formal de janeiro deste ano, no que se refere à adesão dos empresários ao programa Verde Amarelo, que permite a contratação de jovens com redução de encargos trabalhistas. Mas, com isto, pode-se ter uma melhor defesa do programa, tendo em vista que ainda não foi lançado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA