Atraso no IPVA 2020 pode trazer consequências graves; saiba como se prevenir

O calendário de pagamento do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA 2020) já está funcionando em todos os estados brasileiros. Trata-se de uma tributação obrigatória, destinada aos proprietários de veículos registrados no país. Os valores variam de acordo com as modalidades, mas precisam ser quitados sob risco de suspensão do automóvel.

Atraso no IPVA 2020 pode trazer consequências graves; saiba como se prevenir
Atraso no IPVA 2020 pode trazer consequências graves; saiba como se prevenir

Apesar de não prender o carro, o IPVA 2002 atrasado acarreta na suspensão da renovação do licenciamento do mesmo e somente com esse documento atualizado é que o condutor pode circular pelo país.

Leia também: IPVA 2020 de São Paulo termina hoje para veículos com final 0

Isso significa que se o IPVA não estiver em dia, o automóvel não terá seu registro renovado pelo Detran e automaticamente ficará impedido de rodar pelas estradas nacionais.

Além disso, o atraso ou débito do imposto resulta também em dívida ativa. O motorista que não prestar conta ao governo correrá o risco de ter seu nome publicado na lista de devedores.

Confira algumas dicas para não atrasar o IPVA 2020

Há várias formas de pagamento e o mais importante, antes de defini-las, é ficar por dentro das oportunidades oferecidas em sua região.

Apesar de ser um tributo nacional, as regras de funcionamento e datas de pagamento variam de acordo com cada estado. Há regiões onde os motoristas encontram descontos de até 15%, parcelamentos em 10 vezes e programas de pontos, como o Nota Fiscal, que podem diminuir o valor das faturas.

De modo geral, normalmente o imposto pode ser pago por meio da cota única (valor total à vista) que oferece isenções entre 3% e mais. Na sequência, há a oportunidade de dividir o pagamento total e ir quitando mensalmente em quantias mais leves.

Leia também: Restituição do DPVAT ainda está disponível com pedido online

Para os motoristas que não tiverem nenhuma multa ou débito em seus nomes, há estados que também oferecem porcentagens de gratificações como forma de estímulo. Desse modo, entre em contato com o Detran de sua região e se informe sobre todas as formas de pagamento.

Na sequência, avalie suas necessidades financeiras para poder definir se valerá a pena ou não quitar o valor de uma única vez, quanto poderá disponibilizar por mês e quais os descontos liberados. O mais importante é planejar a quantia dentro do orçamento mensal e ficar atento para não atrasar as datas e acumular juros.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA