Licenciamento DF 2020 tem nova data de vencimento para esta semana

Motoristas do Distrito Federal devem ficar atentos. Após pedido de prorrogação, o Departamento de Transito da região alterou a data de vencimento do boleto de licenciamento DF 2020 dos veículos. Agora, os condutores terão até essa sexta-feira (28) para poder encerrarem o débito que apresenta uma taxa de R$ 75,30 para qualquer tipo de automóvel.

Licenciamento DF 2020 tem nova data de vencimento para esta semana (Imagem: Reprodução - Google)
Licenciamento DF 2020 tem nova data de vencimento para esta semana (Imagem: Reprodução – Google)

Segundo o órgão, o motivo da mudança está relacionado a dificuldade para a emissão dos carnês, disponíveis no site do Detran. A quantidade de motoristas acessando em um curto espaço acabou travando o sistema.

Leia também: IPVA DF 2020 ganha nova impressão e confunde contribuintes

Com a decisão, a gestão administrativa do Detran alegou que deseja “evitar prejuízos aos proprietários que tiveram dificuldade para imprimir os boletos em tempo hábil para pagamento nas datas previstas por final de placa”.

Agora, aqueles que solicitarem uma segunda via do boleto já terão a data atualizada. É preciso ficar atento, pois após o dia 28, haverá cobranças diárias de juros.

Sobre a emissão dos boletos

O documento seguirá disponível no portal do órgão e poderá ser acessado a qualquer momento. Basta abrir a página, ir até a opção “Veículos”, selecionar a função “Consultar débitos” e informar o número do Renavam.

A nova versão será liberada automaticamente e pode ser impressa ou paga também online por meio dos aplicativos das instituições financeiras.

No caso daqueles que já estão com a primeira versão da cobrança, é preciso que ela seja paga também até essa sexta-feira, caso contrário será necessário solicitar uma outra via que apresentará reajustes de valores.

Leia também: Contribuição do INSS 2020 muda alterando também o seu salário

Mais informações sobre o licenciamento DF 2020

É válido ressaltar que o licenciamento DF é obrigatório e precisa ser atualizado anualmente. O documento é responsável por comprovar a propriedade do automóvel e sua regularidade com o estado.

Mesmo sendo paga a sua taxa, a atualização e liberação para um novo ano de circulação só é autorizada se o motorista não apresentar mais nenhum tipo de débito, como no caso do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), seguro obrigatório, taxa de licenciamento anteriores e multas vencidas.

O entrave em qualquer uma das cobranças impossibilita o veículo de circular por todo território nacional, podendo suspender a carteira do motorista e apreender o automóvel.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA