Informe de rendimentos deve ser enviado pelas empresas até 6° feira para declarar o IR 2020

O calendário de declarações do Imposto de Renda 2020 está cada vez mais próximo e, além dos contribuintes, as empresas também precisam ficar atentas aos prazos. Na última semana, a Receita Federal afirmou que as instituições empregatícias têm até essa sexta-feira (28) para enviarem, aos seus funcionários, o informe de rendimentos de 2019. A documentação pode ser entregue tanto pelos correios, como por e-mail e é obrigatória.

Informe de rendimentos deve ser enviado pelas empresas até 6° feira (28) para declarar o IR 2020 (Imagem: Reprodução - Google)
Informe de rendimentos deve ser enviado pelas empresas até 6° feira (28) para declarar o IR 2020 (Imagem: Reprodução – Google)

No extrato deve constar todos os valores recebidos ao longo dos últimos 12 meses, além de apresentar os descontos destinados ao INSS e também ao próprio IR.

Por fim, taxas referentes a previdências privadas, planos de saúde coletivos e demais abatimentos salariais também deverão ser informados.

Leia também: Declaração IRPF 2020: aprenda a preencher o documento

Informe de rendimentos dos aposentados e pensionistas

Os segurados do INSS também devem ir atrás de suas documentações. Nesse caso, os dados estão disponíveis na página do Meu INSS ou no aplicativo do órgão.

Para ter acesso, basta acessar a área de cadastro pessoal, fornecendo documentação e senha e ir até a opção de “Extrato para o IR”. O PDF será gerado automaticamente e pode ser impresso na mesma hora.

Demais declarações

É importante também solicitar aos bancos e planos de saúde os papeis que comprovam os gastos de 2019. As declarações são de caráter obrigatório e devem ser enviadas aos contribuintes antes do prazo final de envio do IRPF 2020, que é no dia 30 de abril.

No informe de rendimentos bancário, deve constar valores de todas as contas correntes, investimentos, salários debitados, etc. É importante lembrar que, se tiver registro em mais de um banco deve solicitar em ambas as instituições.

Já no caso do plano de saúde, parcelas de pagamento, consultas particulares e cirurgias são as principais informações solicitadas e avaliadas pela Receita.

Leia também: IRPF 2020 tem novidade sobre a restituição com liberação antecipada

As declarações do IRPF 2020 começarão a ser enviadas a partir do dia 2 de março e têm como prazo final 30 de abril.

Se durante esse período o contribuinte não receber seus dados, ele deve ir até o recursos humanos da empresa e tentar adiantar o processo. Entretanto, em último caso, precisará acionar a Receita Federal para antecipar o processo.

Caso a situação não seja resolvida, não será cobrado por multa de atraso, tendo em vista de que sem as informações não pode enviar sua documentação. Nesse caso, caberá a RF definir um novo prazo e pressionar os envolvidos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA