Tempo de contribuição ao INSS interfere na sua aposentadoria; saiba como consultar

Se tem um assunto que anda preocupando grande parte dos brasileiros é a reforma da Previdência. Muitas pessoas começaram a fazer as contas para saber o seu tempo de contribuição ao INSS e se vão poder se aposentar de forma mais branda.

Tempo de contribuição ao INSS interfere na sua aposentadoria; saiba como consultar
Tempo de contribuição ao INSS interfere na sua aposentadoria; saiba como consultar

Existem duas formas de se fazer a simulação do tempo de contribuição, a primeira é acessando o site Meu INSS ou o aplicativo. Nesse caso, após inserir seus dados basta deixar o INSS calcular automaticamente os recolhimentos, considerando o que está no sistema.

Leia mais: Informe de rendimento do INSS está disponível para inclusão no IRPF 2020

A segunda forma é fazendo as contas manualmente, colocando cada período de trabalho ou contribuição.

Para fazer o cadastro, o site Meu INSS vai redirecionar para o site Cidadão.br e nele é necessário informar nome completo, CPF, Data de Nascimento, e-mail, celular e o nome da mãe.

Foto: Reprodução Cidadao.br
Foto: Reprodução Cidadao.br

Após este primeiro passo, o sistema fará cinco perguntas sobre o histórico de trabalho e de contribuição como, por exemplo, o ano de contratação do último emprego, se recebeu benefícios do INSS nos últimos anos, entre outros.

Imagem: Reprodução/Meu INSS
Imagem: Reprodução/Meu INSS

Depois deste processo, a pessoa irá receber uma senha provisória que deve ser mudada logo no primeiro acesso.

Em caso de erro na resposta de alguma pergunta, o segurado terá que aguardar um dia para tentar outra vez pelo site ou poderá ligar para o 135. Em último caso, deve comparecer em uma agência do INSS.

Depois de fazer o login, vá em “Simulação de tempo de contribuição” no lado esquerdo da tela. Lá será informado os vínculos de trabalho registrados no INSS.

Clicando em simular, será mostrado o tempo total de contribuição em anos, meses e dias. Escolhendo a opção detalhar será gerado um arquivo no formato PDF e nele será possível ver inclusive o período de trabalho em cada empresa.

O site vai mostrar se a pessoa já pode se aposentar por tempo de contribuição pelo fator previdenciário que exige 30 anos contribuídos para mulheres e 35 anos para homens, e quantos anos restam para atingir a fórmula 86/96 que é quando a soma da idade com o tempo de contribuição dá o total de 86 para mulheres e 96 para homens.

Para aposentadoria por idade, não existe um detalhamento específico. Nesta condição, o segurado deve considerar o tempo total de contribuição que aparece no topo da tela que deve ser de no mínimo 15 anos de pagamentos mais 65 anos de idade para homens e 60 para mulheres.

Leia Mais: Vagas de emprego em Rondônia: inscrições abertas com salários de até R$6,3 mil

Pessoas que não querem fazer o cadastro,  podem fazer o calculo manualmente do tempo de contribuição no site. É preciso colocar a data de nascimento, sexo e clicar no símbolo (+) para incluir as informações necessárias.

Imagem: Reprodução/INSS
Imagem: Reprodução/INSS

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA