Salário mínimo de Santa Catarina ganha reajuste de 4,96% para 2020

Modificações no salário mínimo de Santa Catarina. Mesmo após a validação do atual piso nacional, que está fixado em R$ 1.045, os parlamentares do estado se reuniram com representantes do mercado empresarial e demais sindicatos para debater a possibilidade de reajuste nos pagamentos dos servidores. O projeto sugere um acréscimo de 4,96% no salário mínimo regional de todo o estado.

Salário mínimo de Santa Catarina ganha reajuste de 4,96% para 2020 (Imagem: Reprodução - Google)
Salário mínimo de Santa Catarina ganha reajuste de 4,96% para 2020 (Imagem: Reprodução – Google)

A proposta ainda não foi aprovada e está sendo discutida pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Caso seja aceito, terá que ser pago de forma retroativa, desde o dia 1 de janeiro e contemplará todas as categorias mencionadas logo abaixo.

Leia também: Aumento do salário mínimo ficará acima da inflação com novo projeto de lei

Segundo o texto, os novos valores deverão seguir a seguinte tabela:

  • Primeira faixa: R$ 1.215
  • Segunda faixa: R$ 1.260
  • Terceira faixa: R$ 1.331
  • Quarta faixa: R$ 1.391

Pagamentos do salário mínimo de Santa Catarina por categoria

É válido ressaltar que os valores, como mencionados, variam de acordo com os ofícios realizados por cada profissional.

O primeiro grupo, com o pagamento mais baixo, atua de modo geral com serviços como agropecuária, trabalhadores domésticos, motociclistas, motoristas, entre outros.

Já no segundo grupo, encontram-se varejistas, produtores de calçados, artefatos, empregados de distribuidoras, vendedores ambulantes, funcionários de telecomunicação, entre outros.

Na terceira categoria, os valores são destinados para quem atua na área cinematográfica, farmacêuticos e demais profissionais com um nível de escolaridade superior.

Por fim, a quarta e última faixa do salário mínimo de Santa Catarina é destinada para funcionários de estabelecimentos, vidraçarias, comércios e demais pontos de venda. Confira abaixo a listagem completa:

Primeira faixa:

  • Na agricultura e na pecuária;
  • Nas indústrias extrativas e beneficiamento;
  • Em empresas de pesca e aquicultura;
  • Empregados domésticos;
  • Em turismo e hospitalidade; (redação da alínea revogada pela lpc 551/11).
  • Nas indústrias da construção civil;
  • Nas indústrias de instrumentos musicais e brinquedos;
  • Em estabelecimentos hípicos; e
  • Empregados motociclistas, motoboys, e do transporte em geral, excetuando-se os motoristas.

Segunda faixa:

  • Nas indústrias do vestuário e calçado;
  • Nas indústrias de fiação e tecelagem;
  • Nas indústrias de artefatos de couro;
  • Nas indústrias do papel, papelão e cortiça;
  • Em empresas distribuidoras e vendedoras de jornais e revistas e empregados em bancas, vendedores ambulantes de jornais e revistas;
  • Empregados da administração das empresas proprietárias de jornais e revistas;
  • Empregados em empresas de comunicações e telemarketing; e
  • Nas indústrias do mobiliário.

Leia também: Vagas abertas em Santa Catarina: prefeituras lançam processo seletivo com salário de R$18 mil

Terceira faixa:

  • Nas indústrias químicas e farmacêuticas;
  • Nas indústrias cinematográficas;
  • Nas indústrias da alimentação;
  • Empregados no comércio em geral; e
  • Empregados de agentes autônomos do comércio.

Quarta faixa:

  • Nas indústrias metalúrgicas, mecânicas e de material elétrico;
  • Nas indústrias gráficas;
  • Nas indústrias de vidros, cristais, espelhos, cerâmica de louça e porcelana;
  • Nas indústrias de artefatos de borracha;
  • Em empresas de seguros privados e capitalização e de agentes autônomos de seguros privados e de crédito;
  • Em edifícios e condomínios residenciais, comerciais e similares, em turismo e hospitalidade;
  • Nas indústrias de joalheria e lapidação de pedras preciosas;
  • Auxiliares em administração escolar (empregados de estabelecimentos de ensino);
  • Empregados em estabelecimento de cultura;
  • Empregados em processamento de dados; e
  • Empregados motoristas do transporte em geral.
  • Empregados em estabelecimentos de serviços de saúde.

Fonte da listagem: Portal G1

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA