FGTS: 37 milhões ainda não receberam R$998 da Caixa

O governo federal disponibilizou o saque imediato de R$998 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pelo menos 96 milhões de pessoas. No entanto, cerca de 38% dos trabalhadores ainda não retiraram o dinheiro do fundo. Isso representa 37 milhões de pessoas que estão com o saldo disponível para saque.

FGTS: 37 milhões ainda não receberam R$998 da Caixa
FGTS: 37 milhões ainda não receberam R$998 da Caixa (Imagem:Montagem/FDR)

Foram pagos até o dia 14 de fevereiro, R$27,5 bilhões do total de R$42,6 bilhões liberados. Sendo assim, 62% dos trabalhadores sacaram 65% dos recursos do fundo.

Leia Também: Saque FGTS: entenda quanto tempo tem até o fim da liberação

O saque imediato do FGTS começou no mês de setembro do ano passado para os correntistas da Caixa Econômica Federal. Estes tiveram o seu dinheiro creditado automaticamente em conta. 

Para os não correntistas o saque se iniciou em outubro. O pagamento foi realizado de acordo com um calendário que seguia o mês de aniversário do trabalhador. 

Com o fim do calendário aqueles que ainda não realizaram o saque, independente do mês de aniversário, têm o prazo até o dia 31 de março para receber o dinheiro.

Após lançar o calendário de saques de até R$500 por conta vinculada ao FGTS, o governo decidiu que os trabalhadores poderiam retirar o dinheiro todo da contas desde que até dia 24 de julho de 2019 acumulassem um saldo de R$998.

O dinheiro complementar foi liberado desde o dia 20 de dezembro, para todos mesmo quem já tivesse retirado os R$500 de suas contas. Nesse caso, o cidadão pôde receber a diferença de R$498. 

Os demais, cujo saldo por conta é superior a R$998, ainda seguem as regras antigas e recebem o limite inicial de até 500 reais.

Se o trabalhador não fizer o saque até 31 de março, o dinheiro vai retornar para as contas, com a atualização monetárias e juros que correspondem ao período em que estiveram disponíveis para que fossem sacados.

Aqueles que não quiserem retirar o dinheiro, podem informar a Caixa até o dia 30 de abril deste ano. 

Se isso for feito, mesmo que o crédito tenha caído em conta, o banco terá um prazo de 60 dias para retornar os valores para o FGTS.

O saque imediato não possui relação com o saque-aniversário, que começará a ser pago no mês de abril deste ano.

Leia Também: Brasil Mais será lançado para melhorar gestão de 200 mil MEI até 2022

A liberação vale para as contas que ainda estão recebendo depósito do empregador atual. Bem como para quem possui dinheiro na conta inativa, isto é, aquela que não recebe mais depósito. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA