IPTU Goiânia 2020 começa a aplicar penalidades sobre atraso no pagamento

Nesta quinta-feira (19), foi o último dia para que os contribuintes do IPTU Goiânia 2020 pudessem quitar o tributo à vista com o desconto de 10%. Além disso, nesta data também foi encerrado o prazo para liquidar a 1° parcela para quem decidiu dividir a quantia total da cobrança. Quem não fez nenhum dos pagamentos começa a partir do dia 20 de fevereiro a receber as consequências.

IPTU Goiânia 2020 começa a aplicar as penalidades para atrasou o pagamento
IPTU Goiânia 2020 começa a aplicar as penalidades para atrasou o pagamento (Imagem: Reprodução / Google)

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é cobrado todos os anos pela prefeitura. E incide sobre os imóveis localizados na área urbana da cidade. Considerando casas, comércios, terrenos e prédios.

Leia também: IPTU 2020: cálculo, forma de pagamento e prazos

São responsáveis pelo pagamento os proprietários legais do bem. Podendo escolher como quitar a dívida conforme as regras divulgadas pela prefeitura, o órgão responsável por administrar o imposto.

No caso do IPTU Goiânia 2020, os contribuintes puderam até o dia 19 de fevereiro quitar a quantia à vista com diminuição de 10%. E optar por dividir o valor em 11 parcelas, desde que a primeira fosse paga nesta data.

Quem conseguiu fazer o parcelamento, ainda vai ter que lidar com as demais parcelas agendadas para:

  • 20 de março
  • 22 de abril
  • 20 de maio
  • 22 de junho
  • 20 de julho
  • 20 de agosto
  • 21 de setembro
  • 20 de outubro
  • 20 de novembro
  • 21 de dezembro

Para o ano de 2020 o imposto sofreu reajuste de 2,66% baseado na inflação. Para que o IPTU Goiânia 2020 seja definido é preciso levar em consideração o preço de mercado da propriedade registrado na prefeitura, multiplicando pelas alíquotas.

Por isso, cada imóvel tem um valor de cobrança proporcional ao seu tamanho, infraestrutura, localização e etc.

A prefeitura divulgou as estimativas sobre o pagamento, e acredita que sejam recebidos R$500 milhões à vista. Sendo R$230 milhões da parcela única e R$270 milhões da primeira cota.

Consequências de não pagar o IPTU Goiânia 2020

Os contribuintes que perderam o prazo dado pelo governo do município, precisam adiantar o pagamento o quanto antes. Isso porquê, a partir do dia 20 de fevereiro serão cobradas multas, juros e correção monetária.

O adicional é diário, por isso, quanto maior o tempo para finalizar o débito, maior será o valor aplicado sobre o IPTU Goiânia 2020.

Leia também: IRPF 2020: saiba o que a Receita mudou nas regras do tributo para esse ano

Além das guias que foram entregues na residência dos contribuintes via Correios, quem quiser pode acessar o site da prefeitura para emitir um novo boleto.

A partir de agora só resta liquidar o débito à vista, de uma única vez, mas sem contar com nenhum tipo de diminuição.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). É editora-chefe do portal FDR, responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA