Declaração IR 2020: gastos com saúde podem diminuir valor do seu imposto

Se você está se preparando para começar as declarações do IR 2020 (Imposto de Renda), fique atento. Entre os gastos aplicados, as despesas com saúde são uma boa oportunidade para obter descontos no valor total do tributo, entretanto é preciso tomar cuidado para que as mesmas não coloquem seu nome na malha fina.

Declaração IR 2020: gastos com saúde podem diminuir valor do seu imposto (Imagem: Reprodução - Google)
Declaração IR 2020: gastos com saúde podem diminuir valor do seu imposto (Imagem: Reprodução – Google)

Os valores relacionados a consultas, cirurgias e planos são aceitos pela Receita Federal, de modo que deduzam a cobrança final do IRPF 2020. Entretanto, para que isso aconteça é preciso ter em mãos todos os comprovantes de pagamentos que validem tais despesas.

Leia também: Imposto de Renda 2020 ganha novas regras! Anúncio será feito pela Receita

A quantia total a ser paga ou restituída não é tabelada e varia de acordo com a renda do contribuinte.

Na hora de descrever a declaração, o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, reforça para que essas despesas sejam analisadas uma por uma, verificando se todas estão dentro das exigências do IR, de modo que evite cair na malha fina.

Segundo o especialista, os dados referentes aos gastos médicos são uns dos principais motivos dos entraves na hora de receber as restituições. Ele explica que normalmente a população não consegue comprovar os números e isso os impossibilita de serem aprovados.

“A Receita Federal vem fechando o cerco em relação a esses dados, fato é que 25,1% das declarações que foram parar na malha fina em 2019 tiveram questões de despesas médicas”, afirmou.

É válido lembrar que diferentemente da educação, há um limite de deduções por parte das despesas médicas. Isso significa que o contribuinte precisará avaliar quais os melhores gastos para inserir na declaração do IR 2020.

Leia também: Lote residual do Imposto de Renda começa a ser depositado nesta 2° feira

Normalmente os valores mais altos são referentes aos planos de saúde e cirurgias. Declara-los possibilita uma maior segurança quanto a devolução. No caso de gastos como consultas e medicamentos, se já atingir o limite estipulado, é melhor que sejam descartados de modo que não sobrecarregue a análise.

Sobre a declaração do IR 2020

Esse ano, devem contribuir todos os brasileiros que tiveram uma renda anual maior que 28.559,70, o que equivale a um salário mensal de R$ 2.379,98.

O calendário de envio das declarações começará no mês de março e se estenderá até o fim de abril. Quem fizer a entrega adiantada garante benefícios como o recebimento da restituição nos primeiros lotes.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA