Conheça o novo valor da contribuição INSS para donas de casa

Com a reforma da Previdência recentemente aprovada, algumas regras e alíquotas de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos passaram por modificações.

Aprenda a contribuir para o INSS sem vínculo empregatício
Conheça o novo valor da contribuição INSS para donas de casa (Imagem: Reprodução Google)

Porém, as alíquotas para quem realiza a contribuição sem algum vínculo empregatício formal continuará podendo, como antes, se encaixar em uma das alíquotas de 5%, 11% ou 20%. Este é o caso das donas de casa, que contribuem com a Previdência Social de forma independente.

No entanto, o valor pago pelas donas de casa, MEIs e autônomos passará por mudanças, por conta do novo salário mínimo, fixado em R$ 1.045. Donas de casa, desempregados, estudantes bolsistas e outros perfis que contribuem com 5%, passarão a desembolsar R$ 52,25.

Leia também: INSS tem 90 dias para tomar iniciativas que contenham a crise

De acordo com o site Exame, para os MEIs, além da contribuição do INSS, haverá um acréscimo de Imposto sobre Serviço (ISS), de R$ 5, e/ou de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de R$ 1. Sendo assim, as guias de pagamento para MEIs poderão chegar a custar até R$ 58,25.

O contribuinte que escolher contribuir com a alíquota de 11%, para garantir um salário mínimo como benefício previdenciário futuramente, passará a pagar R$ 114,95.

Por último, o contribuinte que optam por calcular 20% sobre o futuro salário da aposentadoria ou do pagamento de benefícios de risco, deverá arcar com valor entre R$ 209 (para o mínimo) e R$ 1.220,20 (para o teto).

Leia também: Saque FGTS: entenda quanto tempo tem até o fim da liberação

Como realizar contribuição INSS por conta própria

Para se tornar um contribuinte individual do INSS, de acordo com as novas regras, veja os passos abaixo:

Página inicial do portal online do INSS (Imagem: Reprodução INSS)
  • Escolha o tipo de contribuição e quanto você vai pagar;
  • Preencha a Guia da Previdência Social (GPS);
Guia da Previdência Social (GPS) (Imagem: Reprodução Google)
  • Pague a GPS – Guia da Previdência Social mensalmente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA