Valor do Bolsa Família: saiba quanto pode receber neste ano

O calendário de pagamentos do Bolsa Família começou e beneficiará cerca de 13,5 milhões de famílias. Este ano, o programa está passando por uma reformulação que poderá alterar o valor do Bolsa Família de todos os auxílios até então fornecidos. As medidas para o Renda Brasil (novo nome sugerido pelo presidente Jair Bolsonaro) ainda não foram validadas e seguem em debate entre os parlamentares e ministério da cidadania.

Valor do Bolsa Família: saiba quanto pode receber neste ano (Imagem: Reprodução - Google)
Valor do Bolsa Família: saiba quanto pode receber neste ano (Imagem: Reprodução – Google)

O pagamento básico do programa, em vigor atualmente, é de R$ 89 mensais para seus cadastrados. Entretanto, a quantia final varia de acordo com os demais benefícios acumulados. As famílias têm direito também a valores de incentivo a educação e saúde.

Leia também: Cortes do Bolsa Família no Maranhão surpreendem e afastam milhares de inscritos

Os novos números sugeridos pelo governo ainda não foram inteiramente apresentados. Por enquanto, sabe-se que há uma ideia de aumentar o valor do Bolsa Família no base para R$ 100 (cadastrados em situação de pobreza) e R$ 200 (em situação de extrema pobreza).

No que diz respeito aos acréscimos referentes aos benefícios escolares e para gestantes, a quantia não foi informada. Segundo Osmar Terra, atual ministro da cidadania, a pasta do programa deverá ser fechada nesse primeiro semestre e divulgada posteriormente.

Saiba o atual valor do Bolsa Família

O benefício fixo, isto é, que está garantido para todos os inscritos independente do número de membros é de R$89.

Benefício Variável:

No benefício variável, os cadastrados recebem R$ 41 por pessoa. O auxílio pode ser acumulado por até 5 dependentes e é destinado para gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 15 anos. Seu valor total é de R$ 205,00.

Benefício Variável Jovem:

Criado para segurar adolescentes entre 16 e 17 anos. Seu valor é de R$ 48,00 por mês e cada família pode acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 96,00.

Leia também: Licenciamento RS 2020: aprenda a emitir o boleto de pagamento

Benefício para Superação da Extrema Pobreza:

Nessa modalidade, o pagamento varia de acordo com a situação de renda de cada família. O programa avalia a necessidade dos cadastrados e assim fornece um pagamento capaz de garantir o direito à moradia, saúde, educação e alimentação.

Abono Natalino:

Funciona como uma gratificação para que os cadastrados possuam um fim de ano mais livre. O valor é o mesmo liberado no mês anterior (novembro), somando todos os auxílios acumulados por cada familiar. No entanto, ainda é incerto para este ano de 2020.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.